Você não precisa navegar muito à procura de artigos relacionados ao Marketing Digital para encontrar a seguinte afirmação: conteúdo é rei. Aqui mesmo e nos vídeos do canal da Post Digital no YouTube, repetimos isso pois é uma das únicas certezas que temos dentro de tantas outras possibilidades e estratégias. As pessoas consomem conteúdo a todo momento, variando entre o que as diverte, o que as informa e aquilo que é essencial para seu trabalho ou a execução de uma tarefa.

Atualmente, para poder conquistar clientes e fidelizá-los, oferecer algo em troca é fundamental. E informação, mais do que nunca, é uma moeda de troca valiosa. Nessa relação, sua marca precisa ser relevante, oferecendo conteúdos como e-books, artigos, listas, vídeos e outros mais. A lista de oportunidades é grande, dependendo do segmento a ser alcançado e também da aplicação de técnicas corretas para identificar sua persona e então produzir os melhores materiais para ela. 

Mas como produzir conteúdo de qualidade? De que forma o conteúdo de um site, e também de outros canais, pode ser utilizado em uma estratégia digital? Há várias maneiras de responder estas questões, mas as soluções farão a diferença na relevância do seu site em mecanismos de buscas. Vem com a gente para conferir os principais pontos da relação conteúdo, marketing digital, formatos e produção.

Boa leitura!

Conteúdo e Marketing Digital

O que chamamos de Marketing Digital é um nicho bastante amplo, que engloba diversas estratégias, oportunidades, canais e atividades. Dentro dele, prezamos pela atração de tráfego, os acessos no seu site, a conversão de leads, o relacionamento e a venda. Para cobrir estes pontos, e ainda outros objetivos, sua estratégia deve se diversificar. Já falamos aqui no blog, por exemplo, sobre o videomarketing e o Inbound Marketing.

Todos eles caminham em paralelo com o chamado Marketing de Conteúdo. Esta não é uma estratégia exclusivamente digital, mas faz o casamento perfeito com o marketing de atração (Inbound), com o relacionamento nas redes sociais, com storytelling, com branding, para gerar autoridade, para apresentar suas soluções, etc. É do Marketing de Conteúdo que podemos tirar os maiores aprendizados quanto à criação e produção de bons conteúdos.

O que é um conteúdo de qualidade?

Estamos repetindo isso neste artigo mas ainda não ficou tão claro o que seria um bom conteúdo. Bem, além de questões básicas como clareza, atratividade e objetividade, estes conteúdos devem privilegiar a informação e a utilidade para alguém. Dentro do Marketing de Conteúdo, ao utilizarmos também a jornada do consumidor, podemos produzir conteúdos em formatos variados para cobrir cada etapa que seu público vai passar, do aprendizado e descoberta até a decisão de compra.

Principais formatos digitais

Um benefício de aliar o Marketing de Conteúdo na sua estratégia digital é a maior variedade de formatos que podem ser utilizados. Cada um vai ter suas especificidades na hora de produzir, contando sempre com o fato de que é importante ser original e útil, entregando uma experiência de consumo agradável. Confira na lista a seguir os formatos digitais que você pode explorar nos seus canais:

  • Blog post: os textos para o seu blog ou para o blog de parceiros, devem ser originais e trabalhados com técnicas de SEO, a otimização para buscadores. Além de publicar textos novos, é importante monitorar suas métricas (acessos, tempo na página, taxa de cliques, palavras-chave consultadas, posição média, etc.) e fazer atualizações para melhorar esse posicionamento orgânico.
  • Infográfico: é uma imagem ou página web que combina elementos gráficos e dados e informações, facilitando a leitura e a interpretação de informações mais técnicas ou complexas. 
  • E-book: estes são os livros digitais, que podem ser mais extensos e aprofundar melhor um tema, inclusive trazendo imagens e instruções mais detalhadas, além de informações técnicas. Faz parte do time de “materiais ricos”, em que o conteúdo deve ser mais detalhado e enriquecido, sendo utilizado em uma estratégia para captar e-mails e converter leads.
  • Texto para redes sociais: O formato de texto também pode ser explorado nas redes sociais, também seguindo os padrões de cada uma, e também a linguagem. No Twitter, por exemplo, as postagens têm limite de caracteres, enquanto no Facebook e no Instagram é interessante que eles acompanhem imagens. No LinkedIn, o texto é mais privilegiado e existe ainda a possibilidade de postar artigos na rede (em perfis pessoais).
  • Imagem: em sites, redes sociais e em anúncios, as imagens serão essenciais para atrair a atenção e também complementar a sua mensagem. Em alguns meios, apenas a imagem será suficiente, e em outros será necessário complementar com alguma legenda. Entram nesta categoria tanto as fotos como as ilustrações e as montagens.
  • Vídeo: são aceitos nas redes sociais, contam como conteúdo para SEO no YouTube e ainda podem ser utilizados como material rico, usando os webinars. Veja mais à frente como você pode criar seus vídeos.
  • Motion: estes são os vídeos animados, produzidos combinando ilustrações e técnicas digitais para inserir textos e trilha na peça. Funcionam muito bem para comunicação interna, nas redes sociais e para pequenos vídeos instrutivos ou apresentando seus produtos.
  • Podcast: um formato de áudio que pode ser explorado de formas diversas, seja com entrevistas, com resenhas, com histórias e por aí vai. Os podcasts devem ser disponibilizados em canais próprios para o áudio, devidamente acompanhados de uma estratégia de divulgação.

Aproveite e conheça o podcast da Post!

Como produzir conteúdo de qualidade: o passo a passo

Então vamos ao que interessa, afinal criar conteúdo para qualquer objetivo é complexo. Confira a seguir 4 dicas importantes para organização no momento de produzir qualquer peça da sua estratégia, seja ela de marketing, de influência ou de comunicação interna.

Antes de tudo, seja organizado!

Quem deseja saber como produzir conteúdo de qualidade deve primeiramente criar uma buyer persona para sua estratégia. A persona nada mais é do que um conjunto de características e necessidades que representa seu consumidor, ou leitor. Para esse objetivo, realmente criamos um personagem, semi-fictício pois ele não existe mas suas características e necessidades sim. Sabendo quais são os assuntos principais - além das dúvidas - do público-alvo, pode-se estabelecer uma agenda de conteúdo, na qual tópicos relevantes serão amplamente discutidos em artigos, textos e demais formatos. Pense nas datas comemorativas e como você pode aproveitá-las para entreter seu público, além de estar sempre antenado quanto a eventos, notícias e novidades do seu mercado.

Conheça quem vai ver seus conteúdos

Isso ajuda na pesquisa de público-alvo, na qual é possível conhecer detalhes a respeito dos hábitos de consumo do seu público. E não para por aí, envolvendo também aspirações, objetivos, comportamento. Assim, fica muito mais fácil iniciar uma conversa com este público, uma vez que eles vão se identificar com os assuntos tratados em seu site ou blog. 

Como já citamos, é importante ter a sua persona para orientar seu tom de voz, mas também para a escolha de canais para investir e para a pesquisa de palavras-chave, que é essencial para a estratégia de SEO.

Há pesquisas mostrando que o usuário só entra em contato com a empresa já com 50% ou 70% do processo de compra encaminhado, ou seja: eles pesquisam muito e dispensam rapidamente sites desinteressantes ou pobres em conteúdos - justamente por não ter aquele "algo a mais" ou a resolução de suas dúvidas relacionadas à solução, seja alinhada ao produto, serviço ou empresa.

Leia e fique atualizado

Ao saber qual é a conversa que está acontecendo entre seu público-alvo, você estabelece uma relação. É importante manter essa conversa através de constante atualização sobre o que está acontecendo, sobre o momento atual. Estar sempre atualizado permite também a criação de conteúdo inédito. E é isso que os consumidores buscam: saber com exclusividade de uma dica ou informação antes dos outros, mesmo que eles não tenham adquirido nenhum produto da sua marca. Saber que seu site é uma fonte de informações novas fará com que eles fidelizem rapidamente e, logo, comprem seus produtos e serviços. Também neste objetivo, as redes sociais serão grandes aliadas, até mais úteis para conteúdo noticioso.

Escreva e escreva...

A prática da escrita é importante para que os textos aprimorem-se cada vez mais. Por isso, não termine um conteúdo e finalize. Espere um tempo e então revise-o, para saber se há erros gramaticais ou de concordância, se não está com palavras muito complexas, se algo mais pode ser acrescentado, se vale a pena incluir ali alguma imagem ou link, etc. Busque ao máximo aproximar o texto da linguagem do consumidor. Mesmo que sua empresa ofereça um produto de engenharia, por exemplo, quando se trata de público final o importante é trazer uma linguagem simples e direta, evitando termos técnicos - que podem ser utilizados também, se a persona estiver dentro deste perfil. Textos rebuscados e com cara de artigo científico, por mais completos que estejam, podem afastar seu consumidor. Isso passa também pelo conceito de escaneabilidade, que preza por blocos de textos menores, sucintos e com respiro para facilitar a leitura.

Mais detalhes sobre a Produção de Conteúdo

Como criar conteúdo para site

Privilegie as estratégias de SEO para produzir textos e artigos com melhor ranqueamento no Google, melhorando o tráfego orgânico. Para isso, seu site também deve estar programado corretamente, com boa velocidade de carregamento e com códigos bem estruturados. É possível somar imagens, vídeos e links dentro de conteúdos para sites. Como seu site estará diretamente ligado com a sua marca, ofereça uma boa experiência (User Experience) e também segurança na navegação. 

Como produzir conteúdo em vídeo

Para os vídeos, prepare roteiros para guiar sua gravação, seja ela no formato de vlog, de entrevista, tutorial ou apresentação. Grave com equipamentos de boa qualidade, o que atualmente é relativamente simples graças à qualidade de câmeras de smartphones e a disponibilidade de microfones portáteis. Edite seu vídeo para ajustar cortes e transições e também adicionar legendas ou mais imagens.

Ao subir este conteúdo para o YouTube, atribua um bom título e uma descrição detalhada, aproveitando o espaço para incluir links para suas redes sociais e site. Coloque legendas ao vídeo para que ele fique mais acessível, o que também é um fator de ranqueamento do seu conteúdo.

Como criar conteúdo para redes sociais

Aqui, estão do seu lado a maior criatividade e a variedade de formatos, incluindo os vídeos, fotos, memes, montagens e infográficos. Ao contrário do conteúdo de blog e sites, que deve ser perene, as redes sociais têm velocidade suficiente para cobrir notícias e comentar qualquer tipo de assunto do momento, sempre usando também da relevância. Faça peças dentro dos formatos adequados de cada rede, usando também a linguagem mais coerente.

Quando estiver planejando seu conteúdo, pesquise também pelas hashtags relacionadas e aquelas ligadas ao seu negócio. Nas redes sociais, conteúdos com objetivo de vendas e de informação podem ser misturados. Você também pode aproveitar o formato de Stories e a possibilidade de transmitir vídeos ao vivo, opções disponíveis já na maioria das mídias.

Outros objetivos das redes sociais são o de relacionamento e SAC. É importante, depois de produzir e publicar seu conteúdo, acompanhar possíveis comentários e suas mensagens privadas.

Bônus! Webinar Estratégias de Redes Sociais

Como uma novidade aqui neste conteúdo, já que a atualização de materiais também é importante na estratégia, deixamos aqui a indicação para que você assista ao nosso webinar Estratégias de Redes Sociais: saiba por onde começar e como ter sucesso!

A produção específica para as mídias sociais, como tratamos nessa apresentação e também neste artigo, tem suas particularidades e se faz cada vez mais indispensável, seja nos objetivos de branding, de autoridade ou de vendas. Tratamos de muitos temas no webinar, desde o planejamento até a mensuração dos resultados. Confira no link abaixo.

E aproveite também para inscrever-se no canal da Post no YouTube!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019