Em tempos digitais, mesmo os micro empreendimentos têm seus sites ativos ou perfis nas redes sociais. A sua empresa possivelmente também marca presença nestes meios. Mas, afinal, o que será que pode diferenciá-la dos concorrentes? Nós lhe respondemos: conteúdo de qualidade. Ainda mais importante do que as estratégias de SEO, é o conteúdo. Isso porque, em uma era onde a informação está em todos os cantos, é comum buscarmos unicamente aquela que nos interessa.

Curiosidades, informações relevantes e realmente novas são as preferidas. Mas como produzi-las? Simples: fazendo-a passar por cada etapa do funil de vendas. O funil de vendas, por sua vez, consiste em um processo de condução e acompanhamento do cliente desde a etapa em que ele conhece a empresa, seus produtos e serviços até a compra. A seguir, confira como criar conteúdos para topo do funil de vendas.

Quais são os tipos de conteúdo para topo de funil?

Antes de vermos como criar conteúdos para topo do funil, vamos entender quais os tipos de conteúdos que atraem pessoas para essa etapa do funil? O topo de funil de vendas consiste na fase de conscientização do cliente, ou seja, a etapa em que o interesse do futuro consumidor é despertado. É nessa fase do funil que os clientes em potencial são ‘educados’, de modo a se tornarem fieis à marca. É no topo do funil que você mostra uma grande variedade de indivíduos que os seus serviços/produtos são exatamente o que eles tanto buscavam.

Nesta etapa do funil o principal objetivo do marketing digital é despertar o interesse, motivando principalmente a disseminação daquele conteúdo – quanto mais pessoas forem atingidas pelo mesmo, melhor. Não à toa, o tipo de conteúdo mais recomendado para o topo do funil são os blogs corporativos. Já os formatos mais recomendados para as postagens são: textos com listas (como '5 dicas para ...' ou '7 motivos para ...'), infográficos, slides para apresentação e vídeos.

Apostar em newsletter e em conteúdos educativos também é uma boa jogada. A seguir, confira algumas dicas de como criar conteúdos para topo do funil de vendas.

Os conteúdos devem ser de fácil acesso

Nesta etapa do funil de vendas, muitas vezes o cliente ainda nem conhece a sua necessidade própria em adquirir tal produto ou serviço comercializado pela sua marca. Neste sentido, é seu dever mostrar a ele, por meio da produção de conteúdo, que ele deve realizar a compra. A melhor forma de tornar isso possível?

Com conteúdo de fácil acesso, encontrado nas redes sociais, newsletters e, principalmente, em blogs. O seu objetivo aqui deve ser divulgá-lo o máximo possível para que chegue ao público do topo do funil.

Não cite a sua empresa

Na criação de conteúdo a empresa não precisa mostrar o seu nome. Ao fazer isso, ela perde toda a sua credibilidade no processo – fazendo com que o bom conteúdo acabe se tornando uma propaganda barata de seus produtos/serviços aos olhos do consumidor do topo do funil.

Lembre-se que a ideia aqui é gerar leads bem qualificados, despertando o interesse dos consumidores que chegaram ao conteúdo. Ao citar o nome da empresa, o cliente em potencial considerará propaganda e procurará mais informações sobre o assunto em outro lugar.

Produza conteúdos claros e objetivos

Todo material produzido deve ser objetivo e claro – sem informações demasiadamente exageradas, por exemplo. Lembre-se que nesta primeira etapa do ciclo, tudo o que os indivíduos querem é matar a curiosidade sobre determinado tema – e o interesse em comprar vem só depois. Por isso, evite ao máximo a divulgação direta de seus produtos ou serviços.

E agora que você já conhece nossas dicas sobre como criar conteúdos para topo do funil, o que ainda está esperando para atrair a sua clientela por meio deles em sua estratégia digital? Quer saber mais como atrair clientes? Faça o download do nosso e-book gratuito 'Manual Completo sobre Marketing de Conteúdo' e saiba como criar conteúdos de qualidade e diferenciados do mercado!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019