Toda vez que um cliente precisa solicitar uma proposta, agendar um atendimento ou entrar em contato com um empresa, qual é o caminho habitual? Preencher um formulário e aguardar contato de algum vendedor ou consultor.

Agilidade na interação com leads e clientes é um dos caminhos para resolver este entrave na comunicação que atrasa o tempo de resposta e, em alguns casos, pode até mesmo gerar frustração. O marketing conversacional é um conjunto de soluções para estabelecer um contato direto com maior escala e personalização.

Entenda mais sobre o que é marketing conversacional nos tópicos a seguir.

O que é Marketing Conversacional?

Marketing Conversacional pode ser definido pelo uso de ferramentas digitais para melhorar o atendimento e relacionamento com clientes, aliado a personalização e humanização no contato com o público. 

Também chamado de Marketing de Conversação, tem como objetivo principal criar uma conexão direta e quase instantânea para engajamento entre os potenciais consumidores e clientes de uma marca. Sendo assim, é possível otimizar o ciclo de vendas e aumentar as chances de fechamento com um atendimento e qualificação de leads mais ágil.

As ferramentas utilizadas para marketing conversacional são, essencialmente, voltadas para estabelecer o contato direto com o usuário sempre que ele interage com uma página, seja por meio de chatbots  em sites e aplicativos ou atendimento responsivo via telefone - a conhecida URA de bancos, operadoras de telefone e afins.

Por que e quando utilizar?

O marketing conversacional inclui soluções que colaboram para aumentar o engajamento e eficiência nas respostas aos usuários. Neste ponto, tecnologia e humanização nas estratégias de comunicação seguem juntas para criar um ambiente com respostas cada vez mais rápidas e personalizadas.

Por esse motivo, a conversão e qualificação de leads pode ser beneficiada, uma vez que a base recebe um volume maior de informação maior e em menos tempo. Com isso, é possível avaliar quais são os interesses, dados sobre o perfil e estágio da jornada da compra  através das interações que o usuário teve com as ferramentas.

Sendo assim, podemos resumir as vantagens do marketing conversacional em:

  • Personalização do atendimento para cada visitante;
  • Melhor tempo de resposta (response time) aos clientes;
  • Qualificação e segmentação de leads quase instantaneamente;
  • Escalabilidade para a equipe de vendas;
  • Maior engajamento do público;
  • Comunicação mais humanizada.

Canais para Marketing Conversacional

Independentemente da plataforma escolhida, o mais importante é manter o caráter humanizado para que os robôs de atendimento não se tornem um impeditivo para satisfação e melhor experiência do usuário.

O aprimoramento dessas ferramentas tem se tornado cada vez mais eficiente graças à evolução da inteligência artificial e do machine learning, capazes de identificar diferentes tom de voz, comportamento e prever situações e direcionar o usuário de maneira mais assertiva ao seu objetivo, seja tirar dúvidas ou receber informações do produto ou serviço oferecido, por exemplo.

O marketing conversacional pode ser aplicado em qualquer site, lojas virtuais e redes sociais, para suprir a necessidade de interação real-time com o visitante. Na prática, este tipo de interação permite melhorar o engajamento que impacta sobre as métricas de marketing e também de vendas.

Você já teve alguma experiência com marketing conversacional? Conte pra gente nos comentários como foi!

Douglas Gomes
Douglas Gomes
Douglas Gomes

Mineiro e Jornalista. Assistente de Marketing Digital e Redator de Conteúdo na Post Digital. Certificações em Produção de Conteúdo para Web, Inbound e Outbound Marketing, Sales e Google Ads e Analytics.