O comércio eletrônico no Brasil é um setor próspero e que continua crescendo com números otimistas. Dados do E-bit, empresa que avalia satisfação de clientes em compras online, em 2014 foram mais de 104 milhões de pedidos em lojas virtuais. O e-commerce nada mais é que a compra através da internet, e tem crescido principalmente devido ao aumento da compra de smartphones, a melhora da banda larga, entre outros fatores. As pessoas estão comprando pela internet com mais frequência, facilitado também pelo crescimento do internet banking, tornando as compras mais seguras e tranquilas. Com todas estas informações positivas, toda empresa deseja adaptar seus serviços a fim de ter uma loja virtual como estratégia digital. Mas como montar uma loja virtual?

Escolha uma boa plataforma

Uma boa plataforma pode aumentar as vendas de acordo com suas funcionalidades. Quem deseja saber como montar uma loja virtual pode escolher entre os três tipos mais comuns: plataforma paga (com preço elevado, mas totalmente customizada), plataforma paga por pageviews (na qual o valor cobrado varia de acordo com o número de pessoas que visita o site) e por último, plataforma paga de acordo com o faturamento, ou seja, uma porcentagem dos ganhos é paga à plataforma proporcional ao faturamento. Depois de levar em consideração o valor da plataforma, é preciso avaliar quais benefícios ela traz: se oferece chat online, Google Shopping, relatórios, recursos como integração com redes sociais, emissão de nota fiscal e etc. Tudo depende da necessidade de cada empresa e de quanto deseja investir na plataforma.

Capriche no Design

Um site bonito é muito mais atrativo e confiável aos olhos do consumidor. Além disso, é preciso que o design seja responsivo, ou seja, adapte-se ao dispositivo que o usuário esteja utilizando para visitar a loja virtual. O design é importante para que a marca seja reconhecida logo de cara, gravando na mente do consumidor a identidade visual. Além disso, precisa ser leve, para carregar mesmo em conexões mais lentas. Também é indicado que o design seja inteligente, com botões destacados para incentivar a compra, links e botões intuitivos e poucos cliques da home até a finalização da compra. Se o consumidor precisa de muitas etapas para comprar, pode abandonar o carrinho. Assim, o design envolve mais que simplesmente um layout bonito, mas usabilidade, praticidade. Algumas plataformas oferecem templates prontos, mas você pode e deve customizar, para que não fique igual a de outros sites.

Apresente seu produto corretamente

Os usuários têm mais poder de compra na internet. Assim, ao montar sua loja virtual, certifique-se de apresentar o foco principal: os produtos. Antes de comprar, o usuário pode visitar vários sites, precisa entender a respeito do produto, saber tamanho, funcionalidades. Assim, ter um texto descrevendo o produto é essencial, até mesmo para melhorar o SEO do site: utilizando palavras-chave neste texto, a loja virtual pode ficar mais bem posicionada nas ferramentas de busca. Colocar várias fotos também é interessante, pois o usuário não tem como pegar o produto, como seria em uma loja física. Assim, a apresentação do produto deve dar o máximo de detalhes, com vídeos mostrando a utilização, se necessário.

Faça uma boa estratégia de SEO

Como dito anteriormente, o SEO (Search Engine Optimization) pode melhorar o posicionamento nos sites de pesquisa, como o Google. Assim, quando o usuário buscar o nome do produto, sua loja virtual vai aparecer nas primeiras páginas e nos resultados de busca orgânica. O trabalho de SEO começa na estruturação do e-commerce, com escolha de páginas, categorias. URL's amigáveis, títulos e meta tags também é importante para que as páginas sejam otimizadas. Caso não entenda muito a respeito da otimização, recomenda-se a consultoria de especialista em SEO e marketing digital. Assim, você saberá como montar uma loja virtual e sairá na frente com as técnicas corretas.

Divulgue sua loja virtual

Ter uma boa estratégia digital vai garantir que sua loja se torne conhecida. Pesquise em quais canais seu público-alvo está e a partir disso comece a divulgação. Redes sociais é uma forma barata para divulgar, além de poder criar relacionamento com os consumidores. Também pode ser utilizado Links Patrocinados, no qual paga-se por palavras-chave relacionadas aos produtos de sua loja. Quando os usuários pesquisarem, sua loja virtual vai aparecer nos anúncios. Parcerias com blogs e outros sites também podem funcionar, principalmente como forma de recomendação, que dá mais respaldo à qualidade da loja.

Aproveite as oportunidades que o e-commerce vem oferecendo no Brasil. Desenvolva sua loja e veja os benefícios que pode ter, pois o número de pessoas comprando online só tende a crescer. É a chance de ter o próprio negócio! Gostou das nossas dicas de como montar uma loja virtual? Para te ajudar nessa jornada, baixe o nosso e-book gratuito 'Guia completo do e-commerce' e faça uma loja virtual de sucesso!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019