Atualmente, uma das melhores formas de se divulgar a sua empresa é pela internet. Há várias opções disponíveis, porém tem uma maneira especial que está sendo usada cada vez mais: os links patrocinados. Dentro das estratégias do Marketing Digital mais bem sucedidas está, sem dúvida alguma, a utilização dos links patrocinados, que nada mais é do que um formato de anúncio com Google Ads.

Usar os links patrocinados para atrair leads e potenciais consumidores para o seu negócio faz parte das ações de venda que qualquer negócio deseja investir para aumentar seus lucros. Sendo assim, é importante entender suas funcionalidades, particularidades e benefícios para o negócio.

As estratégias de anúncio e mídia paga são ações ordenadas que visam turbinar as vendas e seus resultados de maneira positiva e assertiva. Você já ouviu falar sobre essa inovadora forma de divulgação? Neste artigo te explicaremos como tudo funciona, abordando o conceito mais amplo dos links patrocinados, detalhes sobre o google ads, páginas de destino, extensões de anúncios e muito mais. Siga com a leitura e aproveite!

Confira o que você vai ver nesse artigo:

O que são links patrocinados?
Entendendo o Google Ads
Elementos dos links patrocinados
Dicas para anunciar com links patrocinados
Lances para links patrocinados

O que são links patrocinados?

Links patrocinados fazem parte de um serviço pago oferecido por ferramentas e sites de busca. O mais popular é, sem dúvida, o Google, mas há ainda outros formatos disponíveis para veicular seu link, como as redes sociais, tudo irá depender da estratégia escolhida para realizar sua publicidade online.

As empresas pagam uma taxa para cada clique de palavras-chave do seu respectivo negócio. Assim, quando alguém digita uma palavra-chave no buscador, os links patrocinados aparecem juntamente com os resultados da pesquisa. Há também a opção de aparecer como banners em sites parceiros e em formato de texto.

Os valores desse tipo de publicidade são variados e dependem também da escolha da palavra chave, além de depender muito da qualidade do seu site. Por isso, não se engane achando que seu anúncio terá sucesso apenas porque você investiu bastante dinheiro nele, é preciso focar na relevância e qualidade do conteúdo também. Falaremos mais sobre isso a seguir.

Entendendo o Google Ads

Como já mencionamos anteriormente, os links patrocinados são uma forma simples de anunciar na web por meio de textos (links), que direcionam para o seu site, blog, e-commerce. O principal meio para anunciar é utilizando a plataforma Google Adwords. Diariamente, milhões de pessoas em todo o mundo fazem buscas pelo Google e outros sites dessa rede.

Google Ads é a plataforma de anúncios do Google e o serviço mais utilizado para realizar publicidade online, em diversos formatos como pesquisa, display, youtube, apps, entre outros. O anúncio na rede de pesquisa é aquele que aparece como resultados nos mecanismos de busca, o display já pode aparecer em sites, blogs com suas campanhas em formato de banner, texto simples ou em aplicativos também.

No YouTube o anúncio pode aparecer no começo dos vídeos, durante ou no final do vídeo. O que é um dos formatos de maior alcance também, tendo em vista que a plataforma de vídeos é bastante popular e possui um grande público. Sem contar ainda, no formato de anúncios em aplicativos, tanto IOS como Android.

Além do mais, através da plataforma é possível segmentar os anúncios por meio da compra de palavras-chave, alcançando assim diversos públicos diferentes. Dessa forma, você atrai apenas quem tem potencial de ser seu consumidor de verdade. Mas é importante ressaltar que as redes sociais também vem ganhando seu espaço com essa estratégia de anúncio, por isso, é possível ver campanhas no Facebook e Instagram, por exemplo.

E no que diz respeito à garantia de agências confiáveis para os anunciantes, foi desenvolvido um programa de certificação para profissionais e agências com o objetivo de oferecer uma maior segurança para o empresário na hora de contratar seu negócio.

Esses links aparecem na página principal do Google, bem no topo, e com uma barra de cor diferente dos demais resultados da pesquisa. Já na rede de sites parceiros, eles aparecem em vários lugares, vai depender do site em que os anúncios estão.

Para melhorar a eficiência desejada, é necessário traçar um objetivo principal, para assim se planejar para a estratégia de palavras-chave. O objetivo da campanha é a parte fundamental da estratégia, por causa disso é essencial determiná-la com clareza.

Leia também: Quais os tipos de remarketing do Google Ads

Elementos dos links patrocinados

Para identificar os links patrocinados, é importante entender suas características e quais elementos compõem uma mídia paga. O que faz um anúncio ser um link patrocinado é justamente seu formato e especificidades como, na forma de rede de pesquisa o anúncio aparece sinalizado com uma etiqueta escrito “anúncio” e no topo dos resultados de busca, acima dos resultados orgânicos.

Os elementos que formam o anúncio são:

Título – Por se tratar de um título que só pode ter de 3 até 30 caracteres, contendo a palavra-chave, o título precisa ser atraente e persuasivo o suficiente para fazer o usuário clicar no link e ser direcionado até a sua página de destino e realizar a ação que você deseja.

Descrição – Aqui, além de um título interessante e que desperte a atenção do usuário, é fundamental complementar o anúncio como uma descrição breve que explique do que se trata aquele link, contendo de 2 até 90 caracteres.

Página de destino – a landing page, conhecida também como página de produto ou de formulário para conversão deve ser condizente com o anúncio, pois influencia no Índice de Qualidade e no posicionamento do anúncio. É possível personalizar a URL que aparece no anúncio dentro do Google Ads, o que é perfeito para incluir a palavra-chave novamente.

Extensões de anúncios – Trata-se justamente de um complemento ao anúncio, servindo perfeitamente para ajudar a aumentar os cliques e conversões. Tendo opções para ligar diretamente para a empresa, ou aparecendo o endereço e até mesmo outras partes específicas do site. Mas é claro que mais uma vez, devemos frisar a importância na qualidade do anúncio e do conteúdo, isso porque as extensões só aparecem mediante a qualidade do anúncio.

Dicas para anunciar com links patrocinados

Uma boa estratégia para anunciar com links patrocinados parte de um bom planejamento e definição de metas e objetivos, pois somente assim é possível analisar os resultados e ajustar o que for preciso para alcançar uma melhor performance.

Ao utilizar o Google Ads para criar campanhas de pesquisa, é interessante analisar que os resultados estão diretamente relacionados também com o valor do investimento. Isso porque ao definir seus objetivos, é importante separar o orçamento que será utilizado em pequenas campanhas para que todo o valor não seja direcionado somente para a maior campanha.

O orçamento para os links patrocinados pode até ser flexível, mas depende também da escolha do formato de anúncio e das palavras-chave utilizadas, sendo assim é importante definir muito bem esses pontos como, público-alvo, localização, duração entre outros.

Você deve considerar também, ao utilizar os links patrocinados na sua campanha a necessidade de sempre criar CTAs persuasivas e ao menos 3 opções de anúncios com diferentes títulos e descrições. E caso haja qualquer dúvida é importante buscar referências e auxílio utilizando a própria ajuda do Google Ads e os conhecimentos do Google Skillshop.

Lances para links patrocinados

Há três modalidades principais de pagamento para os links patrocinados, e cada uma tem seus benefícios. Dessa forma, é muito importante conhecer mais sobre o tema, para assim planejar as estratégias que você deseja. Veja a seguir.

CPC (COST PER CLICK)

É a forma mais usada de pagamento. Com ele, o anunciante paga o preço estipulado por cada clique efetuado em seu anúncio. No Google Adwords, o preço do clique é estipulado por um sistema de leilões que expressa um valor máximo a ele, o que não significa que a pessoa terá a obrigação de pagar este valor, apenas que ela pode pagar caso for preciso. Caso ela vença o leilão, o anunciante terá o direito de utilizar a palavra-chave durante todo o período de sua campanha pagando o preço final do CPC (chamado de CPC Real), definido por diversos fatores.

A vantagem é o anúncio ser exibido para muitas pessoas. Porém, é importante frisar que o anunciante só vai pagar por aqueles que clicaram no link, de fato.

O CPC deve ser escolhido por aqueles que têm como objetivo fazer com que o usuário acesse o site para convertê-lo em alguma compra. Algumas opções são as de preencher um cadastro ou um formulário.

Além da qualidade do anúncio, existe também uma outra ferramenta que vai estipular se o seu clique custará mais caro ou barato: o Quality Score. Esta técnica é uma combinação de vários fatores – os quais a Google não divulga – e definem o quanto seu clique custará mais ou menos que os outros. De acordo com o Wordstream, é possível pagar entre 20% e 40% a menos – ou, em contrapartida, até 600% a mais no clique.

CTR (CLICK THROUGH RATE)

Já este tipo diz respeito à porcentagem de pessoas que clicaram em algum anúncio seu. Essa campanha apresenta o potencial de comunicação de qualquer peça publicitária, no local onde ela está veiculada. É um indicador capaz de chamar atenção e atrair o público para conhecer mais detalhes e informações sobre a mensagem.

Cada canal de marketing online tem seu próprio CTR, dependendo da situação ou momento em que a forma de linkagem é apresentada. Pode ser banner, menção em blog ou outros.

Tal campanha gera resultados muito positivos, visto que atraem usuários que estão no estágio final de suas decisões e somente buscam referências para tirar suas dúvidas finais no que diz respeito à necessidade de informação ou aquisição. Neste caso, peças como banners e Facebook Ads funcionam apenas como sugestões.

CPA (COST PER ACTION)

O CPA é a média de verba de publicidade online usada para fazer uma conversão. Essa modalidade visa conversões em vendas, onde o anunciante define a ação que vai servir de critério para o pagamento. A sua grande vantagem é o fato de ser possível focar a campanha para ação que o anunciante deseja realizar. Dessa forma, o investimento vai responder da mesma maneira que o resultado obtido, e isso faz com que se potencialize seu retorno sobre ele. Por exemplo, se você deseja que os usuários entrem no seu site para comprar um produto ou fazer um cadastro, através dessa modalidade você só vai pagar se essa conversão ocorrer.

É bastante usado em parcerias e em redes de afiliados, tanto como em empresas que desenvolvem um determinado sistema, quanto para programas já reconhecidos. O papel das parcerias neste caso é fundamental, visto que garantem um investimento equivalente ao seu sucesso.

Por fim, dessa forma, para definir qual é a melhor ferramenta de pagamento para sua campanha, é necessário focar em quais objetivos você, anunciante, almeja conseguir, a infraestrutura disponível, além dos canais que vai utilizar. Quando você encontra uma campanha perfeita para o seu negócio, com o formato de pagamento exato, os seus resultados e garantia de retorno do investimento são potencializados. Investindo em links patrocinados, você investe em marketing digital e faz com que sua empresa fique em evidência na internet.

E se você deseja anunciar mas não possui experiência com as ferramentas é indicado que contrate uma agência especializada em estratégia de anúncios, para conseguir melhores resultados e maior sucesso em suas campanhas. Fale conosco!

O que você achou da ideia de usar links patrocinados em sua campanha on-line? Ainda está em dúvida sobre ele? Baixe o nosso ebook gratuito ‘O guia completo dos Links patrocinados’, tire todas as suas dúvidas e comece a investir em links patrocinados.

André Cintra
Diana Vasques
Diana Vasques

Graduada em Jornalismo e pós graduanda em Marketing Digital, Produção de Conteúdo e Redes Sociais. Paraense morando em Campinas. Apaixonada por redes sociais! :)