Até a primeira metade dos anos 90, usar a internet como ferramenta de comunicação era algo para poucos. Principalmente se compararmos à quantidade de pessoas conectadas à web hoje em dia — mais de 3 bilhões de pessoas, segundo pesquisa realizada pela União Internacional das Telecomunicações.

No entanto, com o crescimento dos meios digitais, novos canais foram sendo criados em paralelo à TV, rádio e jornal, fazendo com que as empresas que desejam anunciar um produto ou serviço possam escolher entre investir em marketing digital ou tradicional.

Mas como saber qual dessas opções é a melhor?

Para responder a essa pergunta, primeiro devemos entender como funcionam cada um dos tipos e quais as principais diferenças entre eles. Então confira o nosso artigo:

 

Como funciona o marketing tradicional?

Antes de mais nada, é bom definir o que seria tradicional quando o assunto é estratégia de marketing. Se levarmos em conta que o marketing como conhecemos teve início por volta da década de 40, podemos entender como meios tradicionais aqueles que veiculavam a comunicação da época e que permanecem funcionando até hoje, como o rádio, TV, jornais, revistas, outdoors e qualquer outro que não dependa da internet para existir. Afinal, isso não existia naqueles tempos.

Por se tratarem de meios mais antigos, com várias décadas de existência, todos os meios citados acima contam com uma grande base de audiência, acostumada a usá-los como canal de informação diariamente. Isso pode fazer a diferença para algumas marcas, mas falaremos sobre isso mais adiante, já que antes precisamos entender como podemos calcular o retorno do que é investido em marketing tradicional.

 

MENSURAÇÃO DO RETORNO DO INVESTIMENTO

Quem coloca um anúncio para ser veiculado em horário nobre da TV, conta com um número mínimo de pessoas, que pode assistir àquele comercial. Mas como saber quem realmente assistiu esse anúncio? Como saber quantas pessoas estavam na sala e não levantaram para ir na cozinha ou no banheiro, justamente no momento da propaganda? Isso não é nada fácil!

A menos que seja feita uma pesquisa posterior à transmissão daquele comercial, saber de forma exata qual foi o impacto causado por aquele investimento é algo bastante complicado nos meios tradicionais.

 

Como funciona o marketing digital?

Ao contrário do marketing tradicional, o marketing digital (ou marketing online) nasceu junto com a internet e depende única e exclusivamente dela para existir.

Seguindo a evolução da tecnologia e das linguagens de programação, esse tipo de marketing nasceu com os primeiros sites, mas hoje já pode ser feito através de blogs, podcasts, streaming de vídeos, redes sociais, aplicativos, redes de painéis eletrônicos etc. E como cada acesso a esses meios conta uma espécie de “identidade digital”, o famoso IP, saber ao certo o número de acessos e até de onde eles vieram, com base em uma campanha, é algo bastante simples nesses meios.

 

MENSURAÇÃO DO RETORNO DO INVESTIMENTO

Por causa dessa facilidade de contabilizar os acessos à uma mensagem, também é mais fácil fazer o cálculo do retorno do investimento aplicado ao meio digital. Principalmente quando a compra de um produto ou serviço também é feita virtualmente, como acontece no caso dos e-commerces.

Para aqueles que contam com uma verba mais alta de investimento em marketing, usar os meios on e offline também pode render, além do aumento do alcance da mensagem, um bom teste A/B — para saber em qual ambiente determinada ação tende a se sair melhor.

 

Elementos do Marketing Digital

A maioria dos empresários e do público tem uma boa noção sobre o que constitui o marketing tradicional, que emprega mídias como televisão, rádio e impressos. Por sua vez, o marketing digital ainda é compreendido como uma tendência em crescimento. Na atualidade, qualquer empreendimento que pretende se destacar no mercado deve pensar em uma sólida estratégia online. Isso significa aproveitar os recursos disponíveis hoje, entre os quais estão as redes sociais, e-mail marketing e Search Engine Marketing. Na sequência, abordaremos com detalhes esses diversos elementos para que você possa escolher com base nas vantagens e desvantagens do marketing digital.

SEO

SEO (Search Engine Optimization), conhecido ainda como otimização de sites, pode ser resumido como uma série de medidas iniciativa para elevar o número de acessos em um website. Tendo em vista esse objetivo, um passo fundamental é incluir links de qualidade em suas postagens. Outros aspectos que contam pontos a favor para o seu ranqueamento são a arquitetura da landing page e a otimização para mídias sociais. A intenção é garantir a navegabilidade do site, bem como trabalhar com um conteúdo relevante em todos os canais. Para ser categorizado da forma correta pelo Google, selecione bem as suas palavras-chave, tanto nos textos quanto nos vídeos e fotos publicados. Afinal, você precisa ser localizado pela sua persona (consumidor com perfil ideal).

SEM

Um dos conceitos fundamentais para a publicidade online é o Search Engine Marketing (SEM), traduzido livremente como marketing para site de busca. Essa estratégia visa especificamente aprimorar o posicionamento da sua página em mecanismos de pesquisa, como Google e Bing por meio de anúncios pagos. Levando-se em consideração que, segundo estudos, 90% dos internautas leem apenas os primeiros resultados, é imprescindível aplicar essa técnica. Caso contrário, serão os seus concorrentes que ocuparão tal espaço privilegiado e ficarão em evidência.

O profissional de marketing deve dominar os procedimentos classificados como SEM para adotá-los já na produção dos conteúdos. Somente com um plano claro desde o começo é possível obter o retorno almejado. As campanhas que triunfam são aquelas que mantêm uma coesão nos diferentes perfis da companhia, construindo uma imagem sólida e coerente para o receptor da mensagem.

Dado o cenário descrito, é importante explicar que há duas espécies principais de SEM: SEO e links patrocinados. Com esses sistemas, você coordena buscas orgânicas e anúncios pagos, dois tipos essenciais de marketing digital. Leia os subtítulos abaixo para saber as vantagens e desvantagens do marketing digital referido.

Por isso, conclui-se que, em associação com os demais tipos de marketing digital, o SEO traz movimento para a sua página na internet e pode assim se refletir em mais vendas.

Links patrocinados

Resumidamente, os links patrocinados são os anúncios que aparecem em forma de texto simples. A maneira mais conhecida dessa técnica são as publicidades situados nos mecanismos de busca. É muito provável que você já tenha notado que, no topo dos resultados, algumas páginas em destaque estão identificados como anúncios. Nos últimos anos, estabeleceu-se ainda os links patrocinados em plataformas sociais, como Facebook e Instagram. Eles são uma referência por serem fáceis de manusear e por viabilizarem uma maior segmentação do público. Entre as alternativas de anúncios pagos fornecidos estão:

  • CPC (custo por clique): o anunciante realiza o pagamento cada vez que o link é clicado;
  • CPM (custo por mil impressões): quando o anúncio chega a mil visualizações, ou impressões, o anunciante paga;
  • CPA (custo por ação): a cobrado acontece apenas quando o usuário realiza alguma ação na página do anunciante;
  • CPV (custo por visualização): para cada pessoa que ver o anúncio, paga-se um determinado valor.

Portanto, reflita sobre as vantagens e desvantagens do marketing digital para o seu negócio antes de aderir a qualquer um dos formatos acima.

E-mail marketing

O e-mail marketing foi com frequência sinônimo de spam e publicidades invasivas. No entanto, devido a recursos de automação de marketing, essa estratégia transformou-se em uma alternativa eficaz de se comunicar com o público-alvo. Os pilares para qualquer ação bem-sucedida de divulgação digital é encaminhar o conteúdo certo, para as pessoas certas, no momento adequado. Nesse contexto, o e-mail marketing refere-se ao contato entre uma marca e seus consumidores, recorrentes ou em potencial, via correio eletrônico. Eles consistem sobretudo em

  • newsletters;
  • atualizações sobre compras realizadas;
  • promoções;

Entre os grandes atrativos da abordagem estão o seu baixo custo e a facilidade de implementação, já que os recursos utilizados são bastante simples. Não é à toa que o e-mail marketing sobressai-se atualmente como um dos tipos de marketing digital mais populares. E lembre-se: é uma boa ideia combinar diferentes medidas para obter o e-mail dos visitantes, como oferecer descontos para novos cadastrados.

SMM ou Marketing nas Redes Sociais

O marketing nas redes sociais, ou SMM, está em clara ascensão, porém muitas marcas utilizam mal esse recurso. Afinal, não é o suficiente ter melhores ferramentas à sua disposição para se atrair o público certo. O fator fundamental para qualquer campanha publicitária funcionar é um planejamento exaustivo. Não basta também compreender termos como custo por clique e taxa de conversão, por exemplo. Um bom administrador domina a teoria do marketing e é capaz de identificar a demanda gerada pelos clientes. A partir das métricas fornecidas hoje, o material humano ganha destaque em todas as etapas do ciclo de compras.

Com a popularidade das redes sociais, as relações de troca entre as empresas e os usuários se transformaram. Os formatos de anúncios foram afetados, assim como a interação com o público. Por consequência, a credibilidade de uma marca depende do trabalho árduo nessa área. A sua intenção como empreendedor deve ser distribuir um conteúdo dinâmico e relevante para os seus seguidores. No cenário atual, cada perfil tem um grande potencial de divulgação por meio de compartilhamentos das publicações, amplificando as mensagens. Ou seja, o gestor interage com as pessoas e pode ganhar publicidade espontânea.

Remarketing

Ainda que você não esteja familiarizado com a expressão remarketing, é provável que já tenha percebido esse processo na prática. O Google desenvolveu uma ferramenta própria com o propósito de direcionar a publicidade ao lead. Não é por acaso que logo após pesquisar algum item, o usuário passe a visualizar uma série de anúncios relacionados. Também nomeada de retargeting, a medida pretende que o interessado retorne ao site e efetue a compra. O mérito está em ter um alvo bem definido, que é a pessoa que não finalizou a aquisição na primeira vez. Essa característica faz do remarketing um dos tipos de marketing digital mais exitosos.

O marketing é fundamental para os bons resultados de uma empresa pois, é por meio dele que uma marca pode atrair a atenção de maior número de pessoas e, consequentemente, conquistar mais clientes, obtendo assim formação no mercado e resultados melhores.

Tendo este objetivo, de conquistar cada vez mais clientes para uma marca, o marketing é algo primordial para qualquer empresa, sendo utilizado há vários anos. Porém, com o avanço da tecnologia e a internet cada vez mais presente na vida das pessoas, o marketing evoluiu, criando assim um segmento alternativo: o marketing digital.

 

Diferenças entre o marketing tradicional e o digital

O marketing tradicional é o mais antigo, utilizado há várias décadas e tem como objetivo fixar uma marca perante um público-alvo, fazendo com que se torne familiar e habitual, levando as pessoas a pensar em uma determinada marca como primeira opção quando necessário.

Esse tipo de marketing é utilizado por meio de veículos de mídia tradicionais, como revistas, jornais, outdoors, televisão, entre outros que possuem um alcance de várias pessoas, fazendo com que haja uma visualização maciça dessas propagandas.

Diferentemente do marketing tradicional, o marketing digital é o que utiliza a internet e as redes sociais para levar suas peças publicitárias e propagandas até as pessoas.

Dessa forma, ao invés de buscar alcançar todos os tipos de públicos de uma única vez, como é o caso dos comerciais de televisão, por exemplo, o marketing digital proporciona a oportunidade de alcançar exatamente seu público alvo, possibilitando assim ações personalizadas e que possam fidelizar seus clientes.

A principal diferença proporcionada pelo marketing digital, no entanto, está relacionada à possibilidade de mensuração do alcance de cada publicação, permitindo que se saiba exatamente quantas pessoas viram sua propaganda, quantas interagiram e, ainda,
possibilitando que haja uma interação do público-alvo perante essas ações de marketing feitas pela internet.

 

Como escolher entre o marketing tradicional e o digital

Antes de escolher qual o melhor meio de alcançar seu público-alvo e aumentar as chances de conquistar um maior número de clientes, é preciso levar em consideração qual o objetivo de cada ação de marketing e a forma como isso irá expor sua marca.

Para isso, os pontos positivos e negativos do marketing tradicional e do marketing digital devem ser levados em consideração. Uma campanha publicitária que vise gerar uma consolidação de uma marca ou empresa em um novo local, por exemplo, pode se utilizar melhor do marketing tradicional, fazendo com que todos os diferentes grupos de pessoas conheçam a marca e se acostumem com ela, gerando um interesse em conhecê-la.

Diferentemente, uma campanha na qual o objetivo principal seja medir o alcance real de sua marca e permitir uma maior interação de seus clientes com ela, o marketing digital poderá ser uma opção melhor, contribuindo também para a fidelização de seus clientes.

Além disso, o orçamento é um diferencial que pode pesar positivamente a favor do marketing digital, pois é um meio muito mais econômico de chegar até seu público, gastando menos em relação ao marketing tradicional.

Agora que você já viu como funcionam esses tipos de marketing, é hora de saber quais as vantagens e desvantagens que podem ser encontradas em cada um deles. 

Conheça as vantagens e desvantagens de cada uma dessas estratégias

É sempre bom lembrar que a primeira coisa a se fazer, na maioria dos casos, é elaborar uma boa estratégia de marketing antes de pensar em qual meio ela será veiculada. Dessa forma, fica bem mais fácil chegar à resolução de um determinado problema.

Com isso em mente, podemos analisar os prós e contras de cada tipo de marketing. Veja a seguir: 

VANTAGENS DO MARKETING TRADICIONAL

  • Cria uma maior visibilidade da marca;
  • Conversa melhor com pessoas mais velhas;
  • Chega em locais onde a internet não chega;
  • Se feito de forma interessante, pode ganhar visibilidade orgânica também na web;
  • Tem grandes chances de criar uma boa experiência para o público-alvo.

DESVANTAGENS DO MARKETING TRADICIONAL

  • Custos altos de execução;
  • Difícil mensuração de resultados;
  • Não conversa muito bem com nichos e públicos mais jovens;
  • Difícil implementação de segmentação por região;
  • É bastante invasivo.

VANTAGENS DO MARKETING DIGITAL

  • Custos baixos para execução;
  • Fácil mensuração de resultados;
  • Ampla aceitação pelo público jovem e adulto;
  • Fácil segmentação por região, idade, sexo e outras características;
  • Implementação mais rápida no meio;
  • Pode adotar a tecnologia de geolocalização em ações.

DESVANTAGENS DO MARKETING DIGITAL

  • Necessidade de conexão com a internet;
  • Difícil conversação com pessoas idosas;
  • Público total reduzido. 

Resultado final

Diante todas essas questões, uma pergunta que pode te ajudar a escolher entre o marketing digital ou tradicional é: sua empresa precisa usar esse caminho? Pense bem nisso!

Por que você optaria pelo meio tradicional? Para ter uma mensagem veiculada na TV? Para que o seu chefe possa pegar no material final? Por causa do “status” de ver o nome da empresa em um jornal ou em uma revista? Se a resposta para essas perguntas for sim, talvez você não esteja vendo a questão com a devida importância.

Ao mesmo tempo, por que sua marca deveria adotar o marketing digital? Porque está na moda? Porque seus chefes querem que a campanha “viralize”? Porque ouviu dizer que os resultados chegam mais rápido? Assim como no caso anterior, avalie com cuidado as suas reais necessidades e propósitos com uma estratégia de marketing.

Talvez pareça um pouco complicado, mas ao pensar, com calma, sobre qual é a mensagem principal que a sua marca quer passar, talvez fique mais fácil de escolher entre o marketing digital ou tradicional.

Ficou com alguma dúvida? Deseja ter mais informações sobre o assunto? Então baixe o ebook gratuito 'Como planejar e medir suas ações de Marketing Digital' e melhore suas estratégias de marketing.

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019