É praticamente incontestável a importância do uso de links patrocinados para um negócio no ambiente digital. Com o crescimento da publicidade on-line nos últimos anos, as empresas fizeram surgir uma grande demanda e, como consequência, o uso desse recurso tornou-se extremamente útil. Isso se justifica já que uma das principais maneiras de expor uma marca, com eficiência, no ambiente on-line é através desses links patrocinados. Afinal, com eles um termo é posicionado nas principais colocações dentro dos mecanismos de pesquisa.

Para te ajudar, estamos te oferecendo um material sobre Google Adwords, baixe o nosso ebook gratuito 'O guia completo dos Links patrocinados' e melhore a divulgação de sua marca.

Entretanto, para obter relevância no mundo digital e alcançar um determinado público-alvo com mais assertividade, é recomendável pensar além das pesquisas, apostando também em outras ferramentas capazes de alavancar a exposição da sua marca.

A seguir, vá além do AdWords e aprenda a investir em links patrocinados:

Campanhas de links patrocinados

Existem basicamente dois tipos de campanhas de links patrocinados. A primeira e mais conhecida é justamente a chamada campanha de rede de pesquisa, em que o foco é atingir o internauta que procura por algo em uma ferramenta de pesquisa como o Google ou o Bing. Nesses casos, a campanha deve ser direcionada a atingir posições de destaque na página de resultados desses sites, por meio de estratégias orgânicas. É aqui que o AdWords se destaca. Com ele, seus anúncios são direcionados a pessoas que estão a procura daquilo que a sua empresa oferece, permitindo que você alcance, com grande eficiência, novos clientes para seu negócio.

O outro tipo de campanha é a que chamamos campanhas de rede de display, em que o foco não está nas redes de pesquisa, mas sim em boa parte dos sites da internet. Através de anúncios, sejam eles em formato de texto ou vídeo, via Google Adsense (nos espaços reservados para anúncio) ou anúncios publicados em espaços estratégicos em redes sociais, as campanhas de display tem uma assertividade muito grande, pois os dados disponíveis a respeito dos internautas é mais completo e gera resultados relevantes. Isso faz com que esse tipo de campanha mereça atenção especial num momento em que muitos empresários têm perdido oportunidades ao dar exclusividade ao Google AdWords para alavancar sua campanha.

Erro estratégico

Apesar de ser essencial, o Adwords não pode ser exclusivo. Pensar somente nele e ignorar outras ferramentas é o mesmo que desprezar inúmeras possibilidades para dar visibilidade à sua marca. Simplesmente porque, apesar de todo seu poderio, existe vida além do Google. O Facebook, por exemplo, é a rede social mais bem-sucedida do mundo, com cerca de 60 milhões de usuários brasileiros que acessam o site com frequência. E isso significa uma oportunidade incrível de negócios para uma marca. Dessa forma, abrir mão de uma ferramenta como o Facebook pode ser crucial para sua campanha.

Já o LinkedIn se caracteriza por ser direcionado aos contatos profissionais. Por isso, ele é uma alternativa imprescindível para quem busca um público mais segmentado e, dependendo do objetivo, mais qualificado. É ali que estão as pessoas específicas que você precisa atingir. Mesmo o Youtube também oferece opções para links patrocinados. Com vídeos que já ultrapassaram a marca de bilhões de views, essa plataforma permite que ações alcancem uma visibilidade como poucas ferramentas teriam condições.

Ferramentas específicas

Cada uma dessas redes possui suas ferramentas específicas para campanhas de links patrocinados. Uma vez entendida a importância de investir em cada uma delas, torna-se extremamente útil conhecer seus recursos e peculiaridades, de modo a garantir uma maior eficiência nas ações em cada uma delas. Confira as características distintas entre redes sociais e elabore sua campanha de maneira mais eficaz, de acordo com público e ferramentas disponíveis, garantindo maiores possibilidades de sucesso comercial.

Facebook

A partir de duas formas de pagamento, custo por clique e custo por mil visualizações, os links patrocinados do Facebook funcionam de maneira muito parecida com o que vemos no Google, porém, por se tratar de uma rede social, permite ações mais específicas. Com uma segmentação baseada no perfil do público, uma campanha de Facebooks Ads permite atingir alvos a partir da idade, sexo, profissão e até mesmo da área de atuação da pessoa, além do perfil comportamental, o que permite direcionar seu anúncio para as pessoas certas e conseguir excelentes resultados.

No Facebook você pode pagar para impulsionar uma publicação e fazer com que ela atinja um número consideravelmente maior de pessoas. Isso significa que você pode trabalhar com campanhas mais criativas e menos comerciais para sua marca.

LinkedIn

Muito se pergunta sobre a utilidade do LinkedIn. O fato é que recomenda-se olhar para ele como uma ferramenta diferente de todas as outras. Quando você tem um objetivo específico para sua campanha, o lugar certo é o LinkedIn. Como dito anteriormente, trata-se de uma rede focada na questão profissional e, sendo assim, ela funciona muito bem quando você tem um interesse em público específico. É excelente para estratégias B2C, por exemplo.

Como o CPC do LinkedIn é mais alto do que o de outras plataformas, a dica é verificar as campanhas diariamente, para ter meios para verificar se o retorno valerá a pena para seu negócio. Ainda pelo alto custo dos cliques, é aconselhável investir em links patrocinados na plataforma somente quando tratar-se de algum produto muito específico.

Youtube

O Youtube é outra plataforma incrivelmente popular. Com uma quantidade imensa de conteúdos divididos por categoria, o site garante boa visibilidade para quem aposta nos vídeos. Além disso, é possível também criar anúncios personalizados no Youtube: a plataforma permite segmentar qualquer formato de anúncio, seja ele de imagem, vídeo ou texto, de acordo com o posicionamento da marca. Da mesma forma, também é possível divulgar esses conteúdos de maneira exclusiva para determinadas categorias.

Adapte-se ao ambiente online

Quando se trata de links patrocinados não se pode cometer o equívoco de pensar exclusivamente em AdWords. Apesar de a ferramenta do Google ser muito útil e eficiente, o ambiente on-line não se resume somente a ela, ainda mais em um momento em que outras plataformas têm alcançado significativo êxito. Sendo assim, não deixe que sua marca perca em popularidade ao desprezar outras ferramentas. Facebook, LinkedIn, Youtube, entre outros, oferecem alternativas interessantes e que podem ser determinantes para a divulgação de sua marca.

Gostou dessas dicas? Então escreva um comentário e diga quais são as suas opiniões sobre o assunto!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019