No planejamento do marketing digital de uma empresa é muito comum usar o e-mail marketing como estratégia de negócio. Seja para captar e qualificar leads, gerar relacionamento com os clientes, nutrir contatos, enviar ofertas e muito mais.

Mas para que essa comunicação aconteça sempre de maneira satisfatória para ambos os lados e não comprometa a reputação e credibilidade da sua empresa é necessário ter o cuidado com as mensagens enviadas, para que elas não se tornem spam e você acabe perdendo dinheiro com o disparo de emails, que nem serão lidos.

Neste texto, abordaremos mais sobre isso e em como evitar que as suas mensagens acabem sendo marcadas como spam. Confira agora!

Entendendo o que é SPAM

Basicamente, o spam é considerado o lixo eletrônico na sua caixa de e-mails, são aquelas mensagens indesejadas que recebemos e já marcamos como algo não solicitado e incômodo.

Solenemente ignorado, o e-mail que cai na caixa de spam carrega o selo de indesejado, justamente por se tratar de algo que normalmente não autorizamos seu envio e muito menos nos interessamos em conhecer seu conteúdo.

Por isso, é tão importante evitar que suas campanhas acabem indo direto na caixa de spam dos clientes. E para evitar que isso aconteça, alguns cuidados devem ser tomados como:

Não comprar listas de e-mails

Para que a sua mensagem não seja considerada um spam, indesejada e intrusa na caixa de entrada das pessoas.

É muito importante obter o contato do lead da forma correta, sem o uso de “atalhos” como a compra de lista de e-mails. Que somente servirão para que a credibilidade da empresa seja questionada e o planejamento estratégico realizado anteriormente vá pelo ralo.

Obter a permissão dos destinatários é o primeiro passo para evitar o temido spam. Conquiste e capture leads qualificados que otimizarão o tempo de trabalho e tornarão o processo muito mais transparente e com qualidade.

Personalize a mensagem

Quanto mais o lead conseguir se identificar com a mensagem, maiores serão as chances dele abrir o e-mail e se agradar com o conteúdo que encontrar.

Utilize todas as ferramentas disponíveis para reunir informações pertinentes do seu contato e conseguir assim, deixar a mensagem muito mais pessoal e interessante.

Cuidado com o título

Utilizar exclamações demais ou emoticons e até mesmo escrever tudo em caixa alta passará a ideia errada de vendas e propostas mirabolantes. O que faz, automaticamente, o usuário nem abrir sua campanha e já marcá-la como spam.

Limpe sua lista de e-mails

Mesmo que todos os seus contatos tenham sido conquistados com a permissão dos próprios, é comum que depois de um tempo alguns percam o interesse pelo seu conteúdo e não deseje mais receber suas mensagens.

Nesse momento é importante deixar sempre o link de descadastro bem a vista.

E também, verificar a taxa de abertura dos e-mails e quais contatos não interagem mais, justamente para atualizar seus contatos e enviar suas campanhas apenas para aqueles que demonstraram interesse.

Seja interessante

Por último e não menos importante, seja interessante!

Quando a mensagem é útil e relevante para quem a recebe, a probabilidade dela ser ignorada cai bastante. E assim, não corre o risco de ir parar na caixa de spam.

Entender qual o momento e em qual fase o lead está na sua jornada de compra ajudará a alimentar seus contatos com conteúdos impossíveis de serem ignorados. O que refletirá no aumento da taxa de conversão. Construa um relacionamento com os leads e envie e-mails que eles gostarão de receber.

Quer aprender mais sobre como não errar na sua campanha de e-mail marketing? Continue lendo, Os 4 erros no e-mail marketing.

Diana Vasques
Diana Vasques
Diana Vasques

Graduada em Jornalismo e pós graduanda em Marketing Digital, Produção de Conteúdo e Redes Sociais. Paraense morando em Campinas. Apaixonada por redes sociais! :)