Desde 2009, quando Simon Sinek apresentou sua ideia do Círculo Dourado (golden circle) em um TED Talk, profissionais da comunicação e do marketing usam essa metodologia para avaliar e produzir campanhas.

Na palestra, que você pode assistir aqui, Sinek apresentou ao público exemplos de grandes personalidades referências em liderança ou inovação, como Martin Luther King e os irmãos Wright.

Essa palestra e o conceito de Círculo Dourado são frutos de seu livro Starts With Why, lançado no Brasil como “Por Quê? – Como Grandes Líderes Inspiram Ação”.

Segundo o pesquisador, as personalidades citadas e algumas marcas (como a Apple) são inspiradores justamente por se comunicarem em uma ordem específica.

Conheça neste artigo o que é o Círculo Dourado e como usá-lo na comunicação.

Círculo Dourado: começar com o porquê

Circulo Dourado - Simon Sinek

A metodologia do Círculo Dourado é uma forma de comunicar uma ideia, inovadora por seguir o raciocínio inverso ao que temos como referência mais tradicional. Ela é exemplificada por Sinek com um desenho de um círculo com mais duas formas em seus interior.

O círculo externo corresponde ao O QUE? (what), o do meio é o COMO? (how) e o círculo interno é o POR QUE? (why). O autor demonstra, com essa representação, que a forma mais comum de comunicação e publicidade caminhava de fora para dentro do círculo.

Muitas ideias nem chegavam ao centro do círculo, o propósito ou motivo, assim sendo pouco atrativas ao público em geral.

Sinek segue sua teoria explicando que o Círculo Dourado faz o caminho inverso, de dentro para fora, de forma que a comunicação é muito mais significativa e motivante. É dessa forma que os líderes inspiram ação: começando com o porquê.

Como funciona no marketing?

Em sua pesquisa, Sinek dá o exemplo da comunicação da Apple. Teoricamente, a empresa tem os mesmos recursos e entrega o mesmo produto que a concorrência. O que a tornou um símbolo de inovação e referência em tecnologia e design é o Círculo Dourado.

Nesse novo momento do marketing e do consumidor, as pessoas compram o porquê, e não o quê uma empresa vende. E assim a Apple se apresenta, segundo Sinek:

“Tudo o que fazemos, nós acreditamos em desafiar o status quo. Nós acreditamos em pensar de forma diferente.

A forma que desafiamos o status quo é fazendo nossos produtos muito bem projetados, fáceis de usar e com uma interface amigável.

Acabamos fazendo excelentes computadores. Quer comprar um?”

Não à toa, a empresa atingiu o valor de U$ 1 trilhão, o maior do mercado.

Aplicando o Círculo Dourado

Seguir a linha PORQUÊ - COMO - O QUE é uma estratégia de comunicação por pessoas, por empresas ou produtos. Esse raciocínio é atrativo para as vendas e em engajamento e repercussão em ações de marketing.

Comece respondendo aos três questionamentos do círculo e elabore bem o propósito da marca, o centro. Então, organize o pensamento de fora para dentro, começando com a motivação da empresa, passando para seu diferencial de trabalho e conclua com a oferta.

Lembre que as pessoas querem comprar de empresas que acreditam em algo. Demonstrar isso em sua comunicação inspira e fideliza os consumidores.

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019