A cada ano, cresce o número de empresas que estão aderindo ao Marketing Digital. Porém, este ainda é um mercado pouco explorado pelas empresas no Brasil.

Mais de metade ainda está “engatinhando” no Marketing Digital e apenas 2% tem aproveitamento pleno das possibilidades do uso de ferramentas e estratégias para vender mais utilizando o marketing digital, como aponta a pesquisa com mais de 60 empresas realizada pela The Boston Consulting Group com apoio do Google.

O fato é que se a sua empresa ainda não investe em estratégias online, já está na hora de olhar com mais atenção para o mercado de publicidade e vendas no ambiente digital.

Inspirados pelos principais players do marketing digital presentes no RD Summit 2018, maior evento de Marketing Digital e Vendas da América Latina, separamos algumas tendências para o mercado de marketing digital em 2019 que vão seguir pelos próximos anos.

Marketing Inclusivo e Atendimento Humanizado

Quando falamos em tecnologia, tendemos a pensar na automatização de processos e utilização de ferramentas cada vez mais ágeis no processamento de dados. Tudo isso já é uma realidade no ambiente do marketing digital e da publicidade on line.

Porém, o elemento principal desta história são as pessoas, sejam clientes, leads, profissionais, investidores. Por isso, é preciso entender a individualidade e a diversidade como fatores determinantes para o Marketing Digital de sucesso.

O tema foi destaque no evento durante a fala do especialista em inovação e neuromarketing Fernando Kimura ao tratar sobre a inclusão de diferentes públicos nas ações de marketing e comunicação de empresas.

A tendência aqui é que se foque cada vez mais nas preferências e experiências do usuário com produtos, ferramentas, direcionamento de campanhas e atendimento, tendo como foco o caráter emocional e a representatividade dos diferentes públicos.

Nesse sentido, o atendimento humanizado, ainda que realizado por meio de ferramentas de chatbot, é uma das formas de atrair e conquistar novos clientes, sendo o Customer Success (ou Sucesso do Cliente) um dos principais fatores de diferencial das empresas.

O Marketing Inclusivo, por sua vez, leva em conta a empatia com o consumidor e devem fazer parte da política das empresas. Para isso, a segmentação em nichos específicos e a inclusão de públicos específicos contribui para um relacionamento mais humano nas vendas.

Quer saber como implantar essas políticas na sua empresa? Descubra quais são as tendências para empresas de atendimento humanizado e marketing inclusivo.

Inteligência Artificial e Machine Learning

Estratégias de inovação fazem do crescimento acelerado de grandes empresas e podem servir de inspiração para negócios de diversos portes e segmentos. O Google e o Uber são exemplos de negócios disruptivos que mudaram os padrões de consumo através da simplicidade, conveniência e acessibilidade a serviços.

E como o Marketing Digital tem sido impactado pela inovação tecnológica? De todas as formas. A cada atualização do algoritmo do Google, por exemplo, existem variações da avaliação da qualidade das páginas de acordo com a experiência dos usuários.

A inteligência artificial está cada vez mais presente no nosso dia a dia e não deve substituir o fator humano, mas justamente auxiliar na aproximação de empresas e clientes, através da automatização da análise do grande volume de dados presentes no ambiente digital.

Para além do uso de palavras-chave e otimização para indexação de conteúdos, é preciso estar atento ao comportamento do consumidor na internet e com o aprendizado das máquinas (machine learning) cada vez mais afinado, será possível sair na frente.

Um dos apontamos recorrentes durante o RD Summit 2018, feitos pela vice-presidente de growth da SEMrush, Maryna Hradovich, foi a busca usando ferramentas de reconhecimento de voz que tende a se tornar um mercado bilionário nos próximos anos. Seguindo esta tendência, é preciso criar e otimizar os conteúdos para que se aproximem cada vez mais a forma com que as pessoas falam e não mais apenas na maneira como elas digitam.

Além disso, a responsividade para dispositivos móveis já é uma realidade, além de ser um fator determinante para que a taxa de rejeição do seu site não seja alta, afinal, o número de acessos a internet e buscas utilizando smartphones já superou o uso do desktop.

• O que é Inteligência Artificial e como ela impacta o Marketing Digital

Integração de ferramentas de Marketing Digital

Outra tendência para os próximos anos é a integração de todo o processo de vendas, desde o planejamento das estratégias de marketing às ações de relacionamento, com o objetivo de otimizar os recursos humanos e tecnológicos das empresas.

As vantagens da integração de ferramentas de marketing digital, agora também com as ferramentas de vendas, não são novidade no mercado, mas tem se destacado cada vez mais por tornar o ciclo de vendas mais curto durante a jornada da compra, através do domínio do funil de vendas com as ferramentas mais adequadas para cada etapa.

Com o uso de dados fornecidos pelas equipes de vendas sobre o atendimento e as informações de qualificação do lead como lead scoring, por exemplo, é possível investir em ações de remarketing mais bem direcionadas.

Um conceito importante é o de ecossistemas digitais, onde o funcionamento integrado de ferramentas e parcerias entre empresas e profissionais de Marketing Digital contribuem para a ampliação de funcionalidades. Na prática, isso significa mais agilidade e capacidade de processamento de dados para otimizar o ciclo de vendas, com foco na experiência do usuário e na jornada do cliente.

Apontando nesse caminho, vale destacar o lançamento do RD Station CRM pela Resultados Digitais no RD Summit 2018, voltado para organização dos processos comerciais de pequenas e médias empresas. O software de CRM da RD é resultado da aquisição da Plug CRM, que já atendia mais de 2 mil empresas. Integrado ao RD Station Marketing, maior ferramenta de automação de marketing do Brasil, a plataforma permite a criação de um funil de vendas e alertas de interação para vendedores quando clientes leads lerem um e-mail, por exemplo.

• Ecossistema Digital: conheça as vantagens da integração de ferramentas de Marketing Digital

Copywriting, neuromarketing e SEO

O comportamento humano e a formas de interação com o ambiente digital tornam-se cada vez mais ponto de atenção quando o assunto é marketing e vendas. Além das otimizações técnicas de SEO e User Experience (UX), melhorando a indexação pelo algoritmo do Google para busca de usuários, a psicologia e o neuromarketing tem tido destaque, principalmente, no planejamento e produção de conteúdos.

Pedro Dias, consultor e especialista em SEO, foi um dos palestrantes a abordar o assunto e destacou a importância do SEO técnico e estratégico, frisando tanto a importância estrutura de um site quanto do conteúdo, principal fator para relevância de um site.

As técnicas de produção de conteúdo que conseguem seduzir o público, no sentido de atraí-lo para um site, são apoiados pelos conhecimentos que envolvem neuromarketing e escrita para vendas ou copywriting, com foco nas decisões, preferências de consumo e subjetividade.

Uma das tendências de marketing digital para 2019 que vale a pena ter atenção tem a ver com a relevância de conteúdos de acordo com diretriz E-A-T (Expertise, Authoritativeness e Trustworthiness). Para o ranqueamento de páginas de acordo com o conhecimento, autoridade e confiabilidade, o Google consulta pessoas e uma dessas é Marie Haynes, uma dos quality raters do algoritmo e das penalidades aplicadas em links ruins. Preparamos um texto para que você saiba mais sobre o que a diretriz E-A-T. Confira.

• EAT: a sugestão de especialistas do Google para ranquear melhor

Vídeo marketing e influência social

E uma das maiores tendências para o marketing digital em 2019 é a produção de conteúdos diversificados. O tamanho de textos não define um bom conteúdo, mas sim o quão relevantes e eficientes eles podem ser, assim, a utilização de vídeo marketing pode ser uma alternativa para essa diversificação.

O sucesso do Youtube e dos virais são uma das forma de entender porque 50% do tráfego via mobile (dispositivos móveis) na internet é movido pelos vídeos. A capacidade de prender a atenção e viralizar conteúdos entre usuários de redes sociais têm colocado o video marketing como uma tendência para empresas de diversos segmentos.

O uso de vídeos em campanhas de Marketing Digital possibilita o aumento da conversão através de estratégias de link building, auxilia o ranqueamento de páginas dentre outras vantagens. Isso deve estar sempre aliado à otimização de SEO para vídeos e Storytelling, criando empatia com o público-alvo.

Camilo Coutinho Estrategista Digital especialista em vídeos no Brasil, foi um dos palestrantes do RD Summit 2018 e definiu o processo de criação de vídeos para marketing digital em 5 etapas. Quer saber quais são? Confira no nosso artigo:

• Video Marketing: saiba o porquê você deve começar agora

Como você pode notar, não existe previsão do futuro, até porque todas as transformações estão acontecendo em tempo real, aqui e agora, enquanto você lê esse artigo. Para desenvolver estratégias para vender mais e melhor utilizando o Marketing Digital é preciso focar nas soluções para as dores do seu cliente em potencial.

Quer continuar informado sobre o as principais tendências do Marketing Digital e aprender ainda mais sobre como destacar seu negócio no ambiente digital? Assine a nossa newsletter (logo abaixo!) e receba semanalmente conteúdos exclusivos da Post Digital.

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019