A arte de contar histórias é uma arte que acompanha a humanidade desde os seus primórdios. Ao longo do tempo, essa habilidade foi adaptada para distintos formatos e meios. É por isso que o storytelling é hoje empregado para construir a imagem das principais marcas no mercado, sendo um excelente instrumento de marketing.

o que é storytelling?

O termo storytelling (do inglês, “narração de história”) refere-se à habilidade de contar histórias interessante a partir dos recursos disponíveis. Para tanto, os especialistas empregam textos em combinação com meios audiovisuais.

Esse aspecto está presente em inúmeros segmentos, como cinema, música, teatro, TV e, claro, literatura. E, como explicaremos a seguir, a técnica foi incorporada no marketing digital. Quando conduzida corretamente, a técnica ajuda no crescimento da marca mesmo sem a realização de uma venda direta. Ou seja, o storytelling tem objetivo de persuadir as pessoas de forma não muito invasiva.

No momento de elaborar um bom caso de storytelling, é importante considerar os seguintes preceitos:

  • utilizar diálogos realistas;
  • interatividade;
  • personagem identificado ao seu público-alvo;
  • causar emoções;
  • visual atrativo e coeso;
  • e, finalmente, a história deve terminar com a resolução do conflito.

Como fica evidente, os itens mencionados acima servem de guia ainda para uma estratégia digital exitosa. Sendo assim, além de compreender o que é storytelling, o administrador precisa usá-lo para incrementar as suas vendas. Em um mercado tão competitivo, contar uma excelente história pode ser um grande diferencial.

Storytelling no marketing

Os profissionais da publicidade conseguem aplicar o método para aproximar a empresa de seus clientes finais por meio de uma narrativa. Essa ferramenta é a solução ideal para o compartilhamento de ideias, valores e outros pontos relevantes sobre o negócio. Em qualquer ação de marketing o primeiro passo para o sucesso é conhecer bem o seu público-alvo. Somente com uma persona clara a mensagem será assertiva e personalizada.

Uma história eficaz depende que uma série de elementos esteja em acordo. A linguagem e o vocabulário usados precisam ser conforme os consumidores que você pretende atingir. O intuito é sempre causar uma reação positiva do receptor da sua mensagem nos meios mais utilizados por ele. Por exemplo, se a sua persona acessa Instagram com frequência, mas não atualiza o Facebook, invista em publicações na rede mais popular.

Já o enredo deve tratar dos anseios e desafios do seu consumidor modelo. Idealmente, haverá identificação com o problema do personagem e uma consequente curiosidade acerca da solução ofertada pelo produto ou serviço. Essa realidade mostrada com o apoio dos elementos visuais pertinentes, tipo vídeos, fotografias, ilustrações e assemelhados provou-se bastante útil no marketing digital.

A partir da narrativa feita, a campanha ativa uma série de gatilhos mentais nos indivíduos. Vários pesquisadores provaram que esse processo de caráter emocional tem reflexo nas escolhas dos consumidores. Um conteúdo que provoca resposta emocional também é lembrado com maior exatidão devido à dopamina liberada no sistema em tais cenários.

Nas muitas redes sociais presentes na atualidade, os anúncios bem elaborados se propagam entre os usuários. A possibilidade de compartilhar uma experiência positiva com amigos é algo que deve ser aproveitado pelos empreendimentos. Da mesma forma, as publicações online incentivam a interação entre clientes e com a própria marca. Cabe aos gestores observaram o tipo de narrativa que obtém as melhores reações.

Agora que você sabe o que é storytelling e como ele opera, coloque já em prática esse conceito na sua estratégia digital. Aproveite e leia nosso artigo sobre como aumentar as visitas do seu site com Storytelling!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Paulistano e CEO da Post Digital, empresa que fundou no inicio de 2010, com a idéia principal de desenvolver projetos digitais estratégicos e focados em resultado (conversões). Trabalha profissionalmente com internet desde a época da bolha, já desenvolveu mais de 300 projetos sob medida, é certificado Google para rede de pesquisa, rede de display e analytics e é especialista em SEO.