Pode parecer bastante óbvio, mas quando chamamos a web de "rede" não o fazemos à toa ou por costume. A internet realmente é uma grande rede, e um dos exemplos máximos disso são os inbound links. Como você já teve a oportunidade de descobrir em outros posts do nosso blog, a posição do resultado de pesquisas realizadas em buscadores como o Google não é aleatória: há um esquema de ranqueamento por trás destes resultados. E quanto mais alto o site estiver ranqueado, mais próximo a primeira posição na página de resultados ele estará. E uma ótima forma de aumentar o ranqueamento de seu site é através do uso de inbound link.

Mas o que é inbound link e como ele funciona? É isto que exploraremos na sequência.

O que é Inbound Link?

Em português, inbound pode ser traduzido como "entrada" e esta é uma ótima pista para começarmos a entender o conceito. Um inbound link nada mais é que o endereço de seu site presente em outro site - como uma rede social ou como um hiperlink no site de um parceiro seu ou da sua empresa, por exemplo. Em outras palavras, o inbound link é um link externo ao seu site, mas que encaminha o usuário a ele.

Qual é a diferença entre inbound link e outbound link?

Conforme a breve definição acima explica, o inbound link está presente em uma página de um afiliado ou em outra rede social sua. Por meio dessa ferramenta, o público é redirecionado para o seu site. Portanto, ele serve como uma porta de entrada para consumidores em potencial conhecer você. E quanto maior o número de inbound links relevantes um endereço possuir, melhor será o ranqueamento no Google e nas demais ferramentas de busca. Já os outbound links fazem o caminho oposto. Ou seja, são links externos que o seu website ou rede social fornece, encaminhando pessoas para os seus parceiros. Essa troca ajuda a solidificar uma firma como referência no segmento. Aqui, é imprescindível que as fontes referenciadas sejam de qualidade, se não o procedimento irá refletir negativamente para você. Não tenha medo de perder conversões com outbound link porque o tráfego logo voltará de outro modo.

Porque ele é importante para minha estratégia?

Agora que você já sabe o que é inbound link, vamos ver sua importância? A principal vantagem que os inbounds links apresentam é que eles significam maiores possibilidades de caminho para o usuário visitar o seu site. Assim, seguindo a conclusão lógica, quanto mais caminhos, maior a quantidade de visitantes. Mas este não é o fim do inbound link, sua principal vantagem prática é que, com um maior número de usuários, maior o ranqueamento de seu site, sendo por consequência melhor seu posicionamento nos motores de busca, o que por sua vez gerará ainda mais tráfego ao site, se traduzindo no aumento de vendas, de reconhecimento e de outros fatores (a depender de sua estratégia de marketing digital mais ampla).

Como o Inbound Link auxilia no SEO dos meus conteúdos?

Não basta compreender o que são links de inbound se você não empregá-los para aprimorar o SEO dos seus conteúdos. Então, antes de prosseguir vamos esclarecer o que é SEO (Search Engine Optimization), conhecido ainda como otimização de site. Esse conceito inclui um conjunto de estratégias que visam gerar acessos para uma página na internet. Entre as técnicas relacionadas ao SEO estão justamente a quantia e a importância dos links adicionados em uma publicação. Eles podem ser links internos, que levam a uma outra área do mesmo site ou externos, que encaminham para outra plataforma ou website. Em tal cenário, o inbound link tem duas finalidades essenciais. Uma delas é melhorar a classificação em ferramentas de pesquisa, garantindo que a sua página apareça na primeira página de resultados. A outra é ampliar a presença em endereços externos, o que faz com que mais pessoas cliquem para conhecer o seu conteúdo.

Como consigo inbound link?

Há diversas maneiras de se conseguir inbound link. Na sequência, apontaremos as mais comuns e mais eficazes.

Crie conteúdos

Se você já leu alguma coisa sobre inbound marketing, sabe o quanto conteúdos de qualidade e relevantes ao público-alvo é importante. Por isso esta dica é fundamental. E a melhor forma de criar e divulgar conteúdos é através de um blog. Pense em textos relevantes e insira em sua estrutura os inbounds links.

Defina sua persona

Quem trabalha com marketing ou já anunciou em qualquer tipo de mídia, com certeza foi questionado acerca do público-alvo do negócio. Essa compreensão é fundamental para o desenvolvimento de novos produtos ou serviços, bem como para a criação de conteúdo. Uma publicidade bem-feita tem de ser planejada pra atrair os clientes em potencial com temas e linguagens adequadas. Mas afinal, o que é uma persona?

No inbound marketing, o conceito de persona refere-se à representação fictícia do um consumidor ideal. Tal perfil deve estar fundamentado em informações reais sobre os hábitos e as características demográficas dos seus compradores.

Faça uma boa escaneabilidade

Em meio a tantos conteúdos disponíveis online atualmente, é fundamental que o seu blog ou site consiga chamar atenção tanto de usuários quanto das ferramentas de busca. Um dos aspectos imprescindíveis para ganhar credibilidade com usuários e passar assim uma imagem de confiança é a escaneabilidade dos textos. Com esse recurso, a leitura dos artigos se transforma para melhor. A experiência deve ser facilitada ao máximo, tendo em vista que a maioria das pessoas está com várias abas abertas no navegador. Nesse caso, é comum pular de uma página para outra para verificar se o material realmente interessa, seja qual for a plataforma.

Em adição, a falta de tempo faz com que os leads efetuem uma série de atividades simultaneamente e procurem sempre aprimorar o rendimento nas tarefas. Caso o usuário tenha a impressão de que página não é interessante ou não identifique o tópico abordado, logo ele fechará a janela para executar nova consulta. Estudos sobre comportamento online mostram que se o texto passa na avaliação inicial de leitura dinâmica, esse visitante costuma fazer a leitura dos dois primeiros parágrafos. Em seguida, o prospecto conduz um escaneamento vertical do lado esquerdo da página para conferir o resto da postagem.

Escolha uma boa imagem

Por vezes, encontrar uma imagem boa para ilustrar uma postagem se transforma em um grande desafio para os redatores. Alguns profissionais sentem-se incomodados com a falta de alternativas interessantes nos bancos de imagem. No entanto, o verdadeiro problema está em não selecionar uma imagem criativa e que tenha relação com o texto. Com frequência, uma foto ou ilustração impactante bastam para instigar a curiosidade de quem visita a sua página. E o que são links de inbound se não uma tentativa de cativar a atenção do público?

Na hora de escolher uma imagem, recomendamos que você repare nos detalhes como marcas d'água, por exemplo. Se houver um livro, jornal ou revista no registro, certifique-se de que o material não contém nenhuma mensagem que possa ser negativa para a sua marca. Seja original, fugindo do óbvio quando conseguir e só publique imagens em alta resolução.

Use palavras-chave

No momento de criar o conteúdo, além da inserção do inbound link, é fundamental a inserção de palavras-chave definidas previamente, pois são estas palavras que os usuários utilizam para realizar buscas e que o Google usa no ranqueamento.

Qual o volume adequado das palavras no conteúdo?

Depois de pensar em possíveis palavras-chave para trabalhar, a próxima preocupação é com o volume adequado. Com os recursos atuais, não adianta repetir os termos o máximo de vezes sem que eles façam sentido no texto. Para assegurar a otimização da página e não ser punido pelo Google por eventuais excessos de palavra-chave, recomendamos um volume entre 1% a 3% do total do artigo. Além disso, distribuir as expressões da maneira correta também aumentam relevância do site. As palavras-chave devem aparecer no título e no mínimo em um dos subtítulos. Quando a imagem viabilizar, use o seu termo principal no alt, que serve para descrever a imagem. Por fim, negrite a palavra-chave no mínimo uma vez ao longo do artigo.

Utilize a ferramenta Planejador de palavras-chaves do Google

O Planejador de palavras-chave do Google foi desenvolvido com o intuito de simplificar as suas ações com links patrocinados e SEO. A partir de uma lista de palavras-chave determinadas por você, o instrumento mostra quais termos são mais procurados e qual é o tamanho da sua concorrência. Assim o redator efetua uma campanha orientada com base em informações comprovadas pelo próprio Google. Como consequência, a publicação fica mais profissional e qualquer achismo é deixado de lado.

Use head tails e long tails

Head tails e long tails são duas classificações para as palavras-chave de uma publicação. A primeira expressão descreve uma única palavra-chave, que é bastante genérica. Isso significa que a competição é bem maior, mas que o volume de busca também é muito alto. Já em long tails temos três ou mais palavras-chave que formam uma frase bem específica ao seu conteúdo. A probabilidade de subir em resultados de pesquisa é incrementada, bem como as chances de conversão justo pela especificidade. Você pode combinar ambos os tipos ao longo da postagem de acordo com o seu objetivo.

Utilize links externos

Seja por meio de parcerias ou por meio de compra de espaço, utilizar sites de terceiros para a divulgação de inbound link pode gerar um grande retorno. Por isso, é necessário pesquisar e estabelecer contatos. Os links externos contribuem para a reputação do seu negócio e influenciam na posição do site entre os resultados do Google e demais buscadores. Para montar um plano de link building eficaz, é vital conhecer a diferença entre nofollow e dofollow. Um link com atributo nofollow não é tão valorizado para o SEO, já que indica para o Google Bot que não siga o website. O quesito indexação da página referenciada fica comprometido. Os links dofollow são os que têm caráter dofollow ou apenas não apresentam nofollow em sua composição.

Comente em outros blogs

Épossível estabelecer contato entre os blogs. Por isso, pense em blogs que seu público-alvo visite e divulgue seu inbound link lá, por meio de parceria com o blogueiro responsável ou apenas comentando as postagens.

Divulgue seu conteúdo nas redes sociais

Independente do tipo de público, as redes sociais são um canal de comunicação eficaz, de baixo custo e com um atingimento bastante considerável. Então é fundamental incluí-las na estratégia de divulgação de seus inbound links.

Estude os melhores horários para publicar

Mesmo que o redator esteja ciente sobre o que são links de inbound, sem observar alguns requisitos a estratégia não será bem-sucedida. Um ponto central é publicar os conteúdos no horário certo. Para conduzir o plano de comunicação, crie uma tabela com hora e frequência das postagens nas redes sociais e em seguida avalie os indicadores de engajamento. Repita os períodos com mais interações e altere o que for necessário. Vale a pena ver as tabelas de acesso para as mídias mais populares com o seu público-alvo para orientar as publicações. Afinal, a ideia é potencializar as visualizações assim que o material for compartilhado.

Utilize mídia paga

A mídia paga são os vários formatos de anúncios que aparecem na internet, sobretudo nas redes sociais. Esse investimento pretende ampliar o alcance de uma marca, gerando resultados em acessos e conversão. Um empreendimento hoje deve ter presença online para se estabelecer no mercado e os anúncios são parte disso. Movimente a mídia orgânica, isto é, espontânea, em conjunto com a patrocinada para ter retorno satisfatório. Entre os benefícios da mídia paga na internet é que você é capaz de segmentar o público, segundo a persona da sua companhia. Portanto, evita-se desperdício de verba com quem não irá se interessar pelo produto ou serviço disponível. O lucro é obtido em um curto espaço de tempo e fica fácil mensurar a repercussão da publicidade já durante a veiculação.

Mantenha frequência de postagens

Por fim, a assiduidade nas postagens conta muito para os empreendimentos que pretendem se destacar nas redes sociais. Marcas com grande audiência em geral podem fazer só uma publicação diária no Facebook, enquanto para perfis menores o indicado é compartilhar conteúdo ao redor de 5 vezes no dia. Com isso, você fica na mente dos usuários. No Twitter, de 3 a 5 mensagens é o ideal, segundo os especialistas. Se uma empresa se ausenta por um período extenso, o interesse dos leads diminui e o algoritmo das plataformas não dará mais prioridade para o seu conteúdo.

Depois de dito isto, esperamos que você tenha entendido o que é inbound link e, principalmente, o poder que ele pode acrescentar à sua estratégia digital. Que tal então aplicar o que foi aprendido na prática? Garantimos que os resultados serão além de satisfatórios. Não deixe de baixar o nosso e-book gratuito 'O Guia Definitivo do Inbound Marketing' e faça das suas estratégias de conteúdo um sucesso!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Paulistano e CEO da Post Digital, empresa que fundou no inicio de 2010, com a idéia principal de desenvolver projetos digitais estratégicos e focados em resultado (conversões). Trabalha profissionalmente com internet desde a época da bolha, já desenvolveu mais de 300 projetos sob medida, é certificado Google para rede de pesquisa, rede de display e analytics e é especialista em SEO.