A produção de conteúdo de qualidade é essencial para estratégias de Marketing Digital, certo? Para além das técnicas de SEO, é preciso convencer o seu público-alvo através da forma com que se escreve. E é nesse ponto que Copywriting vai te auxiliar!

Conversões em anúncios, blogs posts, e-mails e ebooks devem devem levar em consideração, principalmente, a produção de escrita persuasiva para conseguir gerar leads e, assim, conquistar novos clientes.

O convencimento está justamente na forma com que você apresenta suas ideias. Quer saber como fazer isso?

Entenda a seguir o que é copywriting e conheça como textos persuasivos vão te ajudar a vender mais.

Então, o que é copywriting?

Basicamente, copywriting é a produção de textos que vão direcionar seu público a realizar uma ação, seja a compra direta em um clique de anúncio ou conversão em conteúdos nas etapas do funil de vendas.

Desta forma, entender o que é copywriting no contexto do marketing de conteúdo é saber que, além da oferta, é preciso oferecer soluções para os problemas de quem acessa o seu material para levá-lo à ação

Um bom texto de copywriting vai influenciar diretamente em quais serão os resultados da sua estratégia, desde o ranqueamento no Google, pela relevância do texto, naquele assunto ao número de vendas realizadas.

Porque produzir conteúdos persuasivos?

Como você percebeu, a escrita persuasiva tem poder sobre o comportamento humano. Isso porque os gatilhos mentais são responsáveis por agilizar nossa tomada de decisão. Essa ferramenta é capaz de nos levar a agir quase automaticamente.

Alguns dos princípios responsáveis por despertar essas ações devem ser utilizados em uma copy de acordo com o objetivo a estratégia do texto. No livro Armas da Persuasão, o autor Robert Cialdini descreve seis princípios psicológicos que atuam sob a persuasão e, em sua palestra mais recente no RD Summit 2018, apresentou a pré-suasão, anterior à mensagem. Veja só:

• Reciprocidade - estamos propensos a oferecer algo em troca, mesmo que não tenha sido pedido nada. Um texto que ofereça apresentem soluções para um problema, por exemplo, conquistar confiança do público e, consequentemente, uma futura compra.
Compromisso e coerência - quando concordamos com algo e nos comprometemos, fica mais fácil conquistar a ação. Um exemplo, é expor as principais dúvidas e dores do seu leitor e mostrar como a solução que você oferece pode ajudá-lo.
• Aprovação social - esse gatilho é disparado pela influência direta da opinião da maioria das pessoas sobre o comportamento individual. Estamos mais propensos a adquirir algo que a maioria das pessoas também quer e compra. Por isso, a produção de cases de sucesso e o uso de storytelling são tão bem sucedidos, afinal, criam identificação do leitor.
• Afeição - é a conexão direta entre os sentimentos e a compreensão do outro. Falando em Marketing de Conteúdo, é a base para qualquer a estratégia: a definição da persona, seus desejos, angústias e a melhor maneira que você pode oferecer valor a ela através da sua copy.
• Autoridade - esse argumento convence ao público de que o seu produto, serviço ou ideia é melhor. Faz parte deste gatilho o conhecimento sobre o determinado assunto, através de referências, experiências e demonstrações que a sua solução realmente funciona. No conteúdo persuasivo o uso de depoimentos de sucesso de clientes e comparações com concorrentes vai te ajudar a criar autoridade.
• Escassez - ninguém quer ter a sensação de perda e nosso cérebro nos faz movimentar rapidamente para evitar que tenhamos este risco. Sendo assim, um conteúdo persuasivo que explore o princípio das escassez e da urgência vai direcionar seu leitor para algo imperdível, com prazo determinado para aquisição e que seja limitado em quantidade. Anúncios de ofertas e promoções são os exemplo mais práticos do nosso dia a dia.
• EXTRA - Pré-suasão: em sua palestra no RD Summit 2018, Cialdini apresentou este conceito que é anterior à mensagem para influenciar na decisão. Em uma copy de sucesso, isso significa entender a opinião e as influências sociais para, então, surpreendê-lo e persuadi-lo.

Descubra mais 17 exemplos de gatilhos mentais para copywriting neste artigo.

Como produzir conteúdos persuasivos usando copywriting?

O resultado da produção de um copywriter, como é chamado o “escritor de copies”, como você percebeu, é influenciar a decisão de compra do público-alvo através do texto.

Para isso, nada mais necessário para começar, do que saber quem é a persona para qual você vai falar. Ter um perfil detalhados vai te ajudar a compreender qual rumo tomar no seu texto.

Qual é o objetivo da sua copy: Vender um produto? Lançar um novo serviço? Atrair a atenção para conquistar visitante? Converter visitantes em leads? Além do volume de palavras-chave para que os usuários te encontrem no Google, cumpra com a promessa do seu título! Entregue ao leitor a informação que ele está procurando.

Cative o seu leitor e deixe bem claro quais são os seus objetivos. Lembre-se: persuadir não é o mesmo que enganar, por isso, a sinceridade é sempre o melhor caminho.

Revisão nunca é demais! Um bom copywriter precisa dominar o assunto que está escrevendo para que possa explicá-lo de forma compreensível. Por isso, pesquise e ofereça referências confiáveis, traduza o seu conteúdo e alinhe a linguagem com que a persona realmente entenda.

Por fim, faça todas as correções gramaticais e semânticas necessárias para evitar que sua copy cause uma má impressão e descredibilidade do texto, fatores que influenciam também no SEO. Afinal, se alguém visita sua página e se depara com alguns desses erros, maior será a chance dessa pessoa abandonar o seu site e aumentar a taxa de rejeição dele.

Dicas para uma copy de sucesso que venda

O sucesso do copywriting no Marketing de Conteúdo pode ser definido em uma palavra: o clique. Seja em uma newsletter ou no carrinho de compras de um e-commerce. E a sua copy precisa estimular esse movimento, aliás, mais que isso: ela precisa convencer, definitivamente, que aquela é melhor escolha a se fazer naquele momento.

O Copywriter Rafael Albertoni Fundador da Sociedade Brasileira de Copywriting (SBCopy), um dos destaques do RD Summit 2018, apresentou em sua palestra alguns passos para uma copy perfeita.

O primeiro deles tem a ver com o foco do copywritting que é conquistar a ação, desde a escolha do título que deve prender e atrair o clique até a regra do um, que é a abordagem de um assunto por vez para evitar distrações.

A conexão e identificação também são extremamente necessárias para despertar a emoção no leitor, principal motivo pelo qual nos encorajamos a escolher e consumir determinada marca, ainda que exista uma tentativa racional e lógica de justificar nossas escolhas.

O uso de problemas comuns e soluções para eles em uma copy é fundamental para conquistar a confiança do leitor e também gerar identificação. E é através da sua oferta que deve vir essa solução, lembrando, claro, das técnicas de persuasão e não apenas empurrando seu produto ou serviço.

Agora que você já sabe o que é copywriting, que tal aplicar na produção dos seus conteúdos? Quer aprender mais sobre Marketing de Conteúdo? Temos um manual completo e gratuito para você!

Douglas Gomes
Douglas Gomes
Douglas Gomes

Mineiro e Jornalista. Assistente de Marketing Digital e Redator de Conteúdo na Post Digital. Certificações em Produção de Conteúdo para Web, Inbound e Outbound Marketing, Sales e Google Ads e Analytics.