Desde a criação da internet, muito já se falou sobre a integração total de informações e o compartilhamento dinâmico de conteúdo entre usuários. Se hoje vemos um compartilhamento recorde por meio de redes sociais, a integração das informações parece meio distante. E é justamente nesse sentindo de integrar conteúdos para a aplicação em estratégia digital que o Big Data foi criado.

O que é Big Data?

Para o marketing digital, o Big Data é basicamente um grande servidor, capaz de cruzar informações estruturadas ou não estruturadas para uma campanha online. Parece confuso? Mas não é. Quando te perguntarem o que é Big Data, basta dizer que é uma ferramenta capaz de cruzar dados de maneira dinâmica, intervindo para melhorar o desempenho de campanhas digitais.

Na prática, isso significa que, através do Big Data, conseguimos melhorar os resultados de uma campanha de marketing digital, já que os esforços dela acabam gerando maior interação por parte do target da campanha em questão. Com o Big Data, uma empresa consegue ter acesso a análises mais precisas, dando informações seguras para que as melhores decisões sejam tomadas, priorizando a eficiência operacional e redução de riscos. Além de saber o que é Big Data, precisamos conhecer uma regra baseada em 5 palavras, chamadas de os 5 V’s.

Os 5 V’s do Big Data

Volume

A lógica aqui é bem simples: quanto maior a quantidade de dados aos quais temos acesso, maiores as possibilidades de cruzá-los e conseguir tomar decisões mais eficientes. Há anos, maiores volumes de dados eram iguais a espaços maiores de armazenamento. Mas atualmente, o Big Data permite grandes volumes de dados em pequenos compartimentos, favorecendo o desenvolvimento de volumes cada vez maiores;

Velocidade

Mas é claro que não adianta ter uma quantidade enorme de dados se não tiver um sistema com velocidade que permita uma análise completa deles. E, nesse sentido, é importante informar que a velocidade influencia em dois sentidos: primeiro, em quão rápido conseguimos acessar os dados que necessitamos e em segundo, na quantidade de dados que conseguimos produzir para que sejam analisados utilizando o Big Data;

Variedade

Simples: se você tem quantidade e velocidade, mas não tem variedade, não adianta muita coisa. Portanto, saber analisar dados, cruzando os mais variados formatos de arquivos garante um acesso a informações mais precisas, trazendo benefícios que podem não ser detectados à primeira vista em uma estratégia digital;

Veracidade

Outro ponto importante é a qualidade das informações, ou seja, sua veracidade frente à necessidade de um determinado negócio. Esse ponto é importante principalmente para afastar os mitos das informações relevantes, trazendo maior fidelidade às informações analisadas e garantindo que os dados permaneçam com foco nos resultados e no desempenho da empresa;

Valor

Por fim, mais do que ser verdade ou mentira, é preciso saber a relevância do dado analisado para um determinado perfil de negócio. O valor da informação faz toda a diferença para saber se ela deve ser descartada ou não. Aqui, conseguimos antecipar tendências, ler movimentos sociais e prever possíveis oportunidades de negócios.

Ferramentas do Big Data

Por fim, temos algumas ferramentas que são indispensáveis para trabalhar com o Big Data. Entre elas, destacamos:

Hadoop

A principal plataforma utilizada hoje em dia, é gratuita e permite o cruzamento de diversos dados de formatos distintos (chamados NOSQL), facilitando o uso da Big Data. O grande problema, porém, é que essa ferramenta só funciona na plataforma Linux;

Google Big Query

Como dá para perceber no nome, é a ferramenta do Google que permite o trabalho com o Big Data, tendo a vantagem de convergir todos os dados do maior buscador do mundo em um só lugar. Essa ferramenta tem uma versão gratuita e pode ter upgrade para ser paga;

Windows Azure

Outra ferramenta muito utilizada para o Big Data, tem uma navegação muito intuitiva e permite uma facilidade extra de análise de dados. Essa plataforma também pode ser sincronizada com o Windows, trazendo mais comodidade ao usuário.

Agora que você já sabe o que é big data está esperando o que para investir nessa ferramenta? E as suas estratégias de marketing digital, como estão? Para te ajudar, oferecemos um material para você melhorar seu marketing digital, baixe já o nosso ebook gratuito 'Como planejar e medir suas ações de Marketing Digital' e melhore suas estratégias. 

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019