Sabemos que algumas táticas são poderosas para a otimização de um site. No entanto, conquistar uma posição de destaque na página de resultados da Google, por meio de estratégias orgânicas, é um novo desafio.

Para ter um retorno mais rápido, muitas empresas perceberam que investir em Adwords é uma ótima opção. O espaço mais cobiçado pelas marcas nos resultados de busca é o serviço de publicidade da Google. Através dos links patrocinados é possível divulgar produtos e serviços de maneira muito simples, entretanto, é preciso ter cuidado antes de começar a investir no Adwords, para não desperdiçar tempo e dinheiro.

Para te ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas para utilizar o Adwords e divulgar, de forma eficiente, as suas campanhas de Marketing Digital. Confira a seguir:

Faça um planejamento

Muitas ações fracassam no ambiente digital, pela ausência de um planejamento que reúna informações valiosas para embasar a tomada de decisões. Traçar os objetivos da empresa com base nessas ações é fundamental para a criação de estratégias eficazes. Sem falar na pesquisa sobre a atuação do público-alvo e dos concorrentes, que pode gerar bons insights para o negócio. Essas informações fazem toda diferença no momento de elaborar as campanhas.

Como muitas empresas possuem recursos enxutos para investir em publicidade online, saber exatamente quem é o seu público permite que os esforços sejam direcionados para os consumidores que realmente têm interesse em consumir seus produtos ou serviços. Dessa forma, os resultados com a campanha podem ser mais expressivos.

É claro que o planejamento também tem a ver com metas e objetivos, mas falaremos disso mais a frente. O ponto de partida é saber como segmentar um público para a campanha no Adwords. Você pode fazer isso com alguns tipos de público-alvo diferentes:

• No mercado

Essa é uma segmentação ampla, baseada na atuação do consumidor dentro do seu mercado. Se você possui uma loja de games, por exemplo, pode segmentar seu público como aqueles que procuram pelo termo "games", "videogames" etc. É uma boa ideia para atrair aqueles que já tem interesse prévio no seu produto ou serviço.

• Por afinidade

Muitas pessoas pesquisam ou acessam páginas que contenham informações de seus interesses, mas não estão pensando em realizar nenhuma compra no momento. Colocar os anúncios aqui é como convidá-las a partir de seus gostos. Isso pode ser feito também na segmentação por contexto; nela, seus anúncios surgem em sites e blogs qualificados pelo Google e que tem a ver com o tema da campanha.

• Por localização

Se o seu negócio só pode atender determinada região, não adianta ver como investir no Google Adwords sem segmentar o público por localização. Felizmente, a ferramenta permite que você faça essa restrição, se necessário.

Em todo caso, não esqueça de garantir uma boa landing page para todos os anúncios!

Estabeleça metas

Para definir quais os números que pretende atingir com o investimento em adwords, é interessante observas os dados extraídos do Google Analytics, para ter como referência alguns valores, no momento de definir o orçamento da campanha.

Não adianta uma empresa definir que deseja atrair 100.000 visitantes, por exemplo, se atualmente o site atrai apenas 300 visitas. É importante realizar uma análise desses dados e criar metas realistas.

Para que sejam realistas, as metas precisam ser baseadas em algo tangível. Além de usar o Analytics, você também deve definir de que maneira a campanha será colocada em prática. Existem três formas principais: o CPC, CPA e CPM.

CPC é o Custo por Clique. Ou seja, você será cobrado toda vez que alguém clica no anúncio e é redirecionado para sua landing page. O CPA é o Custo por Aquisição; você só paga pelo anúncio quando o consumidor efetivamente realizar a conversão pretendida, o que pode sair mais caro individualmente, mas facilita muito o acompanhamento de métricas (do qual também falaremos). Por fim, o CPM é Custo por Mil Impressões — você paga a cada mil visualizações do anúncio.

Cada estratégia depende das metas que você determinar e, por sua vez, as metas dependem do que você pode realizar atualmente. Quais são suas despesas e como anda o orçamento disponível para marketing digital? Saber quanto investir no Google Adwords pode ser complicado se você não avaliar todos os lados da equação.

Verifique os custos de cada opção e o que dá mais certo com os objetivos da sua campanha. O Google até possui uma ferramenta que pode fazer essa análise para você, mas não deixe de realizá-la por conta própria também.

Crie uma conta

Para acessar a ferramenta Google Adwords basta criar uma conta no seguinte endereço: www.google.com.br/adwords

É bem simples e prático, caso você já possua uma conta na Google, como o Gmail, por exemplo. Assim, você poderá fazer o seu login, normalmente, e acessar a ferramenta disponível no link acima.

Defina o orçamento da campanha

Uma das maiores dúvidas de vários empresários, antes de começar a investir em Adwords, é: qual seria o valor ideal para iniciar uma campanha? Na própria ferramenta, há recursos para pesquisar o CPC (Custo por Clique) de alguns termos. Observar as palavras-chave relevantes, com um bom volume de busca e um CPC não muito alto, é o ideal.

Dessa forma, é possível fazer uma estimativa. Geralmente, pequenas e médias empresas obtêm resultados lucrativos com investimentos a partir de R$ 500,00 por mês. Mesmo com a possibilidade, que a ferramenta oferece, de iniciar a campanha com valores menores, essa prática não é recomendada — uma vez que investimentos significativos podem trazem resultados satisfatórios. Saber quanto investir no Google Adwords tem a ver com resultados tanto quanto tem a ver com economia.

Inicie a configuração da sua campanha no Adwords

Nesse momento será necessário acrescentar todas as informações relevantes para a veiculação dos seus anúncios. Para isso, é interessante criar uma campanha para cada objetivo da publicidade, com prazo determinado.

Você pode criar campanhas para as datas comemorativas, por exemplo, de maneira organizada. Isso facilita, inclusive, a avaliação dos resultados de cada campanha posteriormente. Além disso,a empresa também poderá utilizar a segmentação por localização para dividir os diferentes focos da campanha. Ou seja, se a sua empresa deseja alcançar consumidores de diversas capitais, por exemplo, ela poderá criar um grupo de anúncios para cada cidade.

Configure o grupo de anúncios

A empresa deve cadastrar, no grupo, um ou mais anúncios e as respectivas palavras-chaves vinculadas a ele. Dentro de cada campanha é possível criar vários grupos de anúncios. O ideal é ter dois anúncios para cada grupo, para realizar o teste A/B, e verificar com qual abordagem o seu público mais se identifica para otimizar o seu investimento.

Os grupos são onde a campanha no Adwords será organizada, através das palavras-chave escolhidas e da junção dos anúncios relacionados. Para cada campanha você pode configurar um grupo, facilitando o trabalho. Na verdade, o ideal é que você faça isso mesmo, pois as palavras-chave relacionadas aos anúncios da campanha fazem toda a diferença em seu funcionamento.

É recomendado que sejam usadas cerca de 14 a 16 palavras-chave por grupo. Menos ou mais do que isso pode não ser tão eficaz. Além disso, é possível adicionar subcategorias — por exemplo, se você está anunciando notebooks, é provável que tenha diversas marcas para vender. Assim, você atinge mais pessoas que estão buscando por algo específico.

Sobre os testes A/B, caso você não esteja familiarizado com o termo, são meios de analisar duas coisas e ver qual delas funciona melhor. Pode ser usado com praticamente tudo, inclusive no Adwords. No mesmo grupo, você terá dois ou mais anúncios, e é natural de um tenha resultados diferentes do outro. O teste deve ser feito com calma, pouco a pouco, para que você vá descobrindo o que dá mais certo com seu público alvo. Avaliar anúncios que estão na mesma campanha ajuda muito nessa percepção.

Defina as palavras-chave antes de começar a investir em Adwords

Outro elemento que merece muita atenção é a lista de palavras-chave que, ao serem digitadas pelo usuário, exibirão o seu anúncio. É possível definir inúmeras palavras para cada grupo de anúncio, desde que com bastante cuidado.

As palavras que trazem resultados positivos são aquelas em coerência com a sua oferta. Ou seja, se a sua empresa deseja vender sapatos para a prática de algum esporte, você poderá otimizar os seus resultados inserindo as palavras “tênis para corrida” em vez de usar apenas a palavra “tênis”. Termos específicos tornam a sua campanha ainda mais assertiva!

Além dessas palavras, a Google também permite que a empresa defina palavras-chave negativas. Nesse caso, você poderia usar as palavras “tênis para vôlei”. Isso evita que os consumidores interessados em produtos diferentes dos que estão descritos na oferta cliquem em seu anúncio.

Mais do que saber como investir no Google Adwords no sentido prático, você também deve ser criativo e direto na forma como vai constituir seus anúncios. A plataforma pode ter muitas ferramentas para ajudar a veiculá-los, mas o sucesso da conversão depende muito dos elementos contidos ali. Afinal, você quer chamar a atenção dos usuários entre as dezenas de informações que os cercam o tempo todo.

As palavras-chave, principalmente as específicas, são essenciais em uma campanha no Adwords. Mas há outros elementos nos quais você deve focar, também:

• Título

O que faz com que alguém clique em um anúncio para ser direcionado a uma página? Algo que prometa conteúdo interessante. Crie títulos que despertem a curiosidade, provoque, ofereça soluções. Mas não esqueça de que a landing page deve fornecer o que foi prometido, ou a conversão não acontecerá.

• Descrição

Há pouquíssimo espaço para descrição sob os anúncios, então não perca tempo! Ofereça detalhes da oferta, um diferencial do seu serviço ou uma chamada.

• Regras

O Google tem uma série de regras que anúncios não podem desrespeitar, ou serão retirados e a empresa pode até ser penalizada. Entre elas estão o uso de termos impróprios, pontuação inadequada, repetição de palavras, etc.

Atenção no momento direcionar os usuários

Muitas empresas cometem erros terríveis ao usar uma publicidade para direcionar usuários para a página inicial do seu site, por exemplo. Para não errar, é fundamental que o anúncio encaminhe as pessoas para uma página específica, com informações sobre o produto ou serviço que está sendo anunciado. Sem falar que é necessário demonstrar, com clareza, qual é a ação que o consumidor tem que executar.

Aproveitando, ainda, o exemplo do anúncio de sapatos: a publicidade deverá conduzir o consumidor para uma página apenas com os tênis para corrida, com botões para comprar em destaque. Jamais leve o consumidor para uma página confusa e repleta de opções, além das que foram anunciadas.

Acompanhe e avalie os resultados de sua campanha

Outro erro muito comum, cometido por diversas empresas, é não avaliar os resultados da campanha. A mensuração é essencial para visualizar o melhor caminho a ser seguido. Somente por meio dos relatórios disponibilizados pela ferramenta será possível analisar a performance da sua campanha de maneira mais ampla. Nesse momento, também é importante ter uma visão analítica, que auxilie na tomada de decisões estratégicas para o negócio.

Embora o Google Adwords seja muito prático e eficiente, a melhor solução é contratar profissionais especializados em Marketing Digital para executar a sua campanha de forma efetiva. Pense nisso!

Vale dizer que não há uma fórmula exata a ser seguida. Não se trata só de descobrir quanto investir no Google Adwords ou como investir no Google Adwords. Você precisa do acompanhamento para adaptar a estratégia ao seu negócio. O mesmo que funciona para outros não necessariamente funcionará para você.

Dito isso, confira algumas das principais métricas e tenha mais facilidade em acompanhar sua campanha no Adwords:

• Taxa de cliques

Mesmo que você não tenha escolhido a modalidade CPC, ter uma noção da taxa de cliques é essencial. O mais importante em um anúncio é a interação que ele recebe, concorda? Para fazer esse acompanhamento, é só dividir o número de cliques que o anúncio recebeu pelo número de vezes que ele foi visto.

• Índice de qualidade

Aqui, você acompanha como anda a qualidade do anúncio. Isso depende de fatores que vão desde o custo por clique e a escolha de palavras-chave até a experiência do usuário depois que ele chega até a landing page.

• Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é medida pela quantidade de vezes que alguém clica no anúncio, mas retorna à página anterior rapidamente. Isso significa que as pessoas não estão encontrando o que foi prometido e que você deve aprimorar suas landing pages.

E você, ainda tem dúvidas sobre como começar a investir em Adwords? Então baixe já o nosso ebook gratuito 'O guia completo dos Links patrocinados' e saiba como utilizar o Adwords em suas estratégias digitais.

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Paulistano e CEO da Post Digital, empresa que fundou no inicio de 2010, com a idéia principal de desenvolver projetos digitais estratégicos e focados em resultado (conversões). Trabalha profissionalmente com internet desde a época da bolha, já desenvolveu mais de 300 projetos sob medida, é certificado Google para rede de pesquisa, rede de display e analytics e é especialista em SEO.