Ao projetar um site, um blog, um e-commerce, uma rede social ou um aplicativo - entre outras tantas plataformas - não é possível ignorar o design. Ele não é responsável só por deixar tudo “bonitinho”, mas também tem funções de extrema importância em uma estratégia digital - e esse é o design responsivo.

Entenda agora o que é esse conceito, como ele é aplicado e qual é sua importância. Vamos lá?

O que é design responsivo?

Design responsivo é uma técnica de programação usada para exibir páginas online com o layout correto em diferentes mídias, como desktop, tablet ou celular, independente do tamanho da tela.

Com o layout específico para cada dispositivo, a página reorganiza sua disposição de texto, imagens e menus, preenchendo a tela inteira, para facilitar a visualização e a leitura das informações.

Basta lembrar, por exemplo, de como o Facebook tem uma diagramação ao acessar por computador (horizontal, menus mais distribuídos) e outro layout em seu aplicativo para mobile (vertical, menu em uma barra superior).

Assim, não é necessário usar o zoom para visualizar o conteúdo, e os botões, links e campos de preenchimento continuam funcionais.

Programar uma página responsiva é trabalhoso, pois os elementos dispostos são adaptados a partir de porcentagens do seu tamanho total. No fim, oferecer um site ou blog responsivo é essencial, sendo importante inclusive na estratégia de SEO.

Veja nos próximos tópicos qual é a relação do design responsivo e a experiência do usuário, além de sua importância.

Design responsivo vs UX

A experiência do usuário (User Experience) é o conceito de como um visitante em um site ou um usuário de aplicativo navega dentro da plataforma, considerando se ele consegue visualizar todo o material e completar tarefas: acessar outras páginas, preencher formulários, fechar um pedido, etc.

O termo User Experience desencadeou no UX design. Como o nome sugere, esse conceito aplica itens de design para facilitar a experiência de um visitante ou usuário de alguma página.

O design responsivo, então, é complementar ao UX design. Isso porque, mesmo com uma página responsiva em mobile, é necessário que os itens de UX ainda estejam funcionais.

A importância do design responsivo

Justamente por se adaptarem a diferentes meios de acesso, as páginas responsivas são importantes para manter a atenção do usuário e aumentar seu tempo de navegação dentro de um endereço.

Quando bem feito, o design responsivo também ajuda as páginas a carregarem mais rápido, ponto importante para otimização (SEO) seguindo os requisitos do Google.

Se o endereço é uma landing page, a responsividade é importante para garantir que o visitante registre seus dados ali através dos formulários e botões dispostos.

Adaptar as páginas pode ser trabalhoso, mas poupa o tempo que um programador ou web designer levaria fazendo duas versões da mesma página, variáveis para cada mídia.

Dicas de design responsivo

• Considere a orientação da tela (horizontal ou vertical);
• Tenha em mente o objetivo da página e seu público;
• Lembre do tamanho dos botões;
• Otimize as imagens (mais leves para carregar mais rápido);
• Esqueça o menu hambúrguer;
• Elimine o que é desnecessário;
• Trabalhe a legibilidade dos textos;
• Lembre que menos é mais!

Para entender mais sobre como o design é essencial em um site, baixe nosso ebook Design, Cores e Experiência do Usuário.

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Paulistano e CEO da Post Digital, empresa que fundou no inicio de 2010, com a idéia principal de desenvolver projetos digitais estratégicos e focados em resultado (conversões). Trabalha profissionalmente com internet desde a época da bolha, já desenvolveu mais de 300 projetos sob medida, é certificado Google para rede de pesquisa, rede de display e analytics e é especialista em SEO.