Estar nas redes sociais é praticamente uma obrigação das empresas atualmente. Uma das formas mais ágeis de se comunicar com o consumidor, a interação nas redes faz com que o público conheça o produto e o serviço em um espaço confortável para ele, de um jeito muitas vezes informal e divertido. Saiba mais sobre as redes sociais com o nosso ebook gratuito 'Manual completo sobre Redes Sociais'.

Entre as principais redes sociais, o Facebook é quem mais atrai público no Brasil — são 89 milhões de usuários por mês, 59 milhões diariamente. Outro dado importante é que 68 milhões acessam a rede via dispositivos móveis.

Além disso, na hora de compartilhar informações, o Facebook também lidera: 24% preferem essa rede social, enquanto e-mail e Twitter ficam em segundo lugar, com 11%.

Apesar do largo alcance, abrir uma página no Facebook não garante retorno se a empresa não tiver participação ativa. É preciso ainda evitar cometer erros que comprometem a imagem e afastam o público da marca.

Preparamos uma lista com sete erros que devem ser evitados por toda empresa no gerenciamento de uma fanpage no Facebook. Acompanhe!

Tenha cuidado especial nas informações básicas

Nada mais frustrante para um usuário clicar em uma fanpage e não encontrar dados básicos, como informações sobre a empresa, site e contato. Pior ainda se o avatar for uma imagem que não condiz com o perfil da empresa e não se conecta com o produto, a logo ou o serviço — a mesma coisa vale para a imagem de capa.

Então, assim que decidir abrir a fanpage, a empresa deve inserir esses dados, fundamentais, para transmitir autoridade à página e gerar confiança para o usuário que visitar e curtir.

Não confunda fanpage com perfil

São duas coisas diferentes para o Facebook. A rede não permite que uma empresa mantenha um perfil pessoal — assim que percebe, o FB deleta a conta. Além disso, para a empresa, o perfil pessoal não é vantajoso para analisar o tráfego e a aceitação. A fanpage permite curtidas ilimitadas e fornece relatórios sobre visitação, posts mais comentados e dados demográficos.

Uma coisa importante sobre a fanpage é que, ao contrário do perfil, a empresa não pode solicitar amizade. O usuário é que deve curtir a página da empresa.

Conheça os mecanismos do Facebook

Importante passo ao entrar no Facebook. A rede possui regras que precisam ser respeitadas por todos os usuários, donos de perfis e de fanpages. Elas estão descritas na Central de Ajuda.

Outro mecanismo importante para a empresa é conhecer os aplicativos que podem ser usados na página. Eles ajudam nas campanhas de promoção, por exemplo. Existem apps que facilitam o trabalho de atualização da página, com programação de posts. São ferramentas que agilizam a gestão da rede social.

Além disso, saber interpretar os números fornecidos pelo Facebook fazem parte da boa gestão. Não só ler o número de curtidas, mas também o tráfego de “pessoas falando sobre isso”. E relacionar com o acesso ao site e aos mecanismos de interação — comentários, compartilhamentos.

Aprenda a usar o álbum de fotos

O usuário gosta de uma foto, clica e só vê a imagem. Não sabe do que se trata, pois a foto não carrega uma legenda nem está associada a um álbum. A chance de o usuário desistir e partir para fazer outra coisa é grande. Então, o álbum de fotos faz parte do bom gerenciamento da fanpage. Criar álbuns específicos, como campanhas, produtos, serviços, lançamentos, ajuda a fortalecer o relacionamento. As legendas encurtam a distância para o usuário, que rapidamente fica sabendo o que está vendo.

Mantenha atualizações regulares e com conteúdo de qualidade

Sim, a partir do momento em que uma empresa abre uma fanpage, ela precisa ter em mente de que precisará gerar conteúdo constantemente. Do contrário, sua página cairá no esquecimento e perderá toda a função.

Planeje as atualizações com antecedência, faça uma agenda inclusive para os finais de semana. Mas cuidado com posts sempre engraçadinhos e de autoajuda. Se o usuário curtiu a página, é porque ele quer saber mais sobre a empresa.

Nas redes sociais, é preciso ter conteúdo interativo e informativo

O conteúdo regular também deve provocar reações no usuário. As redes sociais existem para a interação, e as empresas que se dispuseram a criar uma fanpage precisam estar cientes dessa característica.

Chamar o usuário para interagir e lançar perguntas e enquetes, com vistas ao acesso ao site do produto, fazem com que o olhar sobre a empresa se torne mais simpático no ambiente virtual.

Não deixe o usuário sem resposta

Outro ponto característico de uma rede social: a relação entre usuário e a empresa. Muitas vezes, o usuário já é um cliente ou está próximo de se tornar um. Ele pode perguntar para tirar dúvidas ou se queixar de algum problema. A empresa precisa estar preparada para responder às solicitações. O silêncio somente aumenta o problema. Se a empresa resolve aderir ao Facebook, precisa então criar uma estrutura capaz de atender ao usuário da rede.

Gostou das nossas dicas? Tem alguma dúvida sobre gerenciar uma fanpage? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião?

 

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019