O marketing digital abre inúmeras possibilidades para as empresas. Independente da estratégia utilizada dentro desse universo, é sempre possível encontrar as melhores vertentes para o seu negócio, mensurar os resultados no decorrer das campanhas e alterá-las em tempo real, por exemplo. Tudo isso visando seu público e os maiores interesses.

O teste A/B é altamente recomendado para descobrir como chamar a atenção do seu público de forma mais eficaz e assertiva. A questão que fica é: como saber a duração e frequência desses testes?

Por quanto tempo realizar os testes A/B?

Quando for pensar por quanto tempo o seu teste deve permanecer ligado, alguns fatores precisam ser considerados para garantir o sucesso. Existem ferramentas que param os testes automaticamente, e para muitas empresas isso é interessante. O fator “tempo” é bem relativo, e vai depender do seu negócio, do seu objetivo e de todos os dados que você tem em mãos.

Alguns dos fatores que podem alterar o tempo dos testes A/B são:

O ciclo do Negócio

O ciclo do negócio, definido pelas atividades agregadas a um determinado período de tempo, deve ser considerado na hora da realização de um teste A/B. Geralmente trabalhamos com semanas ou meses. Quando consideramos as taxas de conversão e o tráfego, percebemos que medir por dias se torna um número muito raso, e por anos, algo muito extenso. Essas métricas alteram dia após dia e por isso um período mais longo de tempo é fundamental para fazer uma boa análise.

No entanto, quando o assunto é e-commerce, o tempo é diferente.

O ciclo de compra

Grande parte dos sites de e-commerce possuem um processo de compra que pode durar mais de um dia. É fundamental entender o tamanho do seu ciclo de compra para definir o tempo do seu teste. Se seu ciclo for muito longo, é preciso ter cuidado: ciclo de compra de um ecommerce não deve durar muitos dias, ou as desistências podem aumentar consideravelmente.

Quantidade de dados

Quanto mais dados, melhor. Uma maior quantidade de dados ajuda a empresa a encontrar os resultados de forma mais rápida e eficiente. No caso de um e-commerce, por exemplo, é fundamental que o teste não dure meses, pois o processo de compra não dura tanto tempo. Nessa situação o teste deve ser muito bem elaborado e específico para conseguir um maior número de dados em um curto período de tempo.

Mas, se você lida com uma base bem segmentada, por exemplo, é preciso ter um pouco mais de paciência para lidar com os resultados dos testes, pois trata-se de poucos dados recolhidos. Tudo depende da sua segmentação.

Como saber com que frequência realizar os testes A/B?

Não há muito segredo quando o assunto é a frequência com que esses testes devem ser feitos. A resposta é: faça quantas vezes forem necessárias para conhecer seu público e garantir cada vez mais conversões.

Esse momento de teste é fundamental para as empresas, principalmente porque o usuário não sabe que está fazendo parte de um teste, então tudo acontecerá normalmente. A quantidade de testes varia de acordo com as necessidades do seu negócio.

É importante se lembrar que tudo é relativo. Quando falamos de chamadas para um blog post, por exemplo, o teste A/B pode durar mais tempo, uma vez que essa “oferta” não tem prazo de validade.

O mesmo é válido para emails marketing: caso seja o teste A/B de uma chamada, por exemplo, é fundamental ter paciência e começar a mensurar depois de um período de, pelo menos, sete dias, dando tempo suficiente para a base entrar em contato com o email recebido.

Porém, o cenário muda quando focamos em lojas online. No e-commerce é preciso ter cuidado, pois testes muito longos podem significar ciclos muito longos, e em grande parte das vezes o erro na hora da conversão está aí.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Não deixe de comentar!

E baixe gratuitamente nosso "Manual completo sobre Marketing de Conteúdo" para saber mais!

André Cintra
André Cintra
André Cintra

Consultor, professor e palestrante com experiência em marketing digital e vendas. É CEO da Post Digital, agência de marketing digital fundada em 2010. Coordenou mais de 300 projetos personalizados para clientes nas áreas da saúde, educação, tecnologia, varejo e indústria. Ganhou o prêmio de Espada Ninja na Vitrine(Gold) no maior evento de marketing digital da América Latina, em 2019