Ok, você já deve estar mais do que ciente de que o conteúdo é essencial nas estratégias de marketing digital. Os blogposts, como esse, os ebooks e os vídeos já são explorados, esses últimos com um pouco menos de frequência já que muitas empresas e também profissionais ainda se intimidam com esse formato. No RD Summit de 2019, que rolou nos dias 6, 7 e 8 de novembro, revisitamos todos esses pontos de destaque e importância do marketing de conteúdo, mas conhecemos uma novidade: o audio marketing.

Na verdade, a utilização do áudio não é uma novidade inédita, afinal eles estão aí desde o auge do rádio como meio de comunicação em massa. A diferença, porém, é como a internet se comportou em torno desse formato, já que inicialmente tínhamos apenas o texto, e depois as imagens e, com a velocidade dos dados só aumentando, pulamos direto para o vídeo. O áudio, com exceção clara da música, foi esquecido como um formato de conteúdo em sites, portais, ações institucionais e afins.

Neste artigo, baseado na palestra de Albert Hayfaz, CEO do Vooozer, compartilhamos o que foi apresentado principalmente sobre a utilização de podcasts, audiobooks e dos posts com áudio no Marketing Digital.

Por que produzir conteúdo com áudio?

Hayfaz provocou o público questionando se todo mundo da sala conseguia ler todos os conteúdos online que gostaria. Ninguém levantou a mão e concordou com a frase, o que foi de encontro ao dado apresentado por ele de que 83% das pessoas entrevistadas declararam não conseguir consumir todos textos que gostariam no dia a dia. Isso acontece porque nem sempre estamos com conexão na internet ou com tempo para ler, podendo estar dirigindo, fazendo alguma atividade física, trabalhando, etc.

São nesses momentos em que o áudio é um formato insubstituível. O áudio pode marcar presença junto ao seu público em muitos mais momentos do que o texto ou o vídeo. A disponibilidade de canais para fazer o upload dos seus áudios, seja em formato de podcasts, audiobooks ou em posts do seu blog com áudio em narração humana, fica ainda mais interessante ao considerar as opções para fazer download e ouvir offline, por exemplo.

Diferenciais do audio marketing

O Spotify já oferece os podcasts lado a lado a sua página de músicas. Existem podcasts de todos gêneros e para diversas finalidades, mas esse é apenas um dos formatos para utilizar o áudio nas estratégias digitais. A acessibilidade ao áudio, como descrito no tópico anterior, é um grande diferencial e benefício dessa mídia. Entre os dois formatos destacados neste artigo, é possível subdividir as seguintes categorias:

Podcasts:

  • Entrevista;
  • Mesa redonda ou conversa;
  • Didático;
  • Monólogo;
  • História (ficção ou não).

Audiobooks ou audiolivros:

  • Didático;
  • História (ficção);
  • Documental (não ficção).

A utilização do áudio como mídia, e mesmo a otimização do conteúdo em texto para corresponder à busca por voz, é um diferencial para o momento em que muitas empresas estão priorizando os seus assistentes pessoais a exemplo da Siri (Apple), Alexa (Amazon), Smart Home (Google) e afins. Saem de cena às SERPs, páginas de resultados com links, e entram um único resultado reproduzido pelo aparelho.

Hoje já existe até mesmo o conceito de audio branding, em que as marcas trabalham trilhas e outros conteúdos em áudio para caracterizar a empresa e fazer a gestão da marca com públicos específicos em canais estratégicos.

Outro diferencial é que o áudio não exige grandes investimentos para sua produção e edição. É acessível e flexível, por isso é considerado mais fácil para começar a diversificar os conteúdos em uma estratégia de marketing.

Os posts em áudio, muito destacados na palestra de Hayfaz - já que esse é o produto da Vooozer, se aproximam ao formato de podcast, porém com características mais limitadas.

Posts em áudio

Esse é um formato de áudio que vai inserido dentro de um blogpost. Ele é feito com a leitura do conteúdo do artigo com voz humana. É indispensável utilizar a narração humana, pois a voz pode realizar a leitura com melhor entonação, ritmo e outras características que geram empatia e aproximação com o público. A leitura com voz robótica funciona, mas vai receber mais rejeição. Hayfaz destacou que o post em áudio pode ser hospedado em um Soundcloud ou outro player gratuito, mas o próprio Vooozer tem o diferencial de fazer a captura de leads com e-mail.

Ao gerar mais visitas, mais leads e um maior engajamento com seu conteúdo, os resultados vêm em cascata, obtendo mais branding, mais vendas e por aí em diante. Seja qual for o seu estágio ou relacionamento com o áudio hoje e, paralelamente, o envolvimento com o marketing digital, é importante pesquisar, se planejar e estruturar como o audio marketing entra na sua estratégia. Planejamento e mensuração são a chave de todas estratégias.

Gostou desse conteúdo? Aproveite para seguir o perfil da Post no Instagram: @postdigitalcc.

Luciana Gameiro
Luciana Gameiro
Luciana Gameiro

É jornalista e especialista em Comunicação e Marketing Digital. Redatora e analista das estratégias de Inbound. Está no canal da Post e sempre atualizada nos últimos memes.