Acessibilidade e a inclusão foram temas abordados a todo momento no RD Summit 2019, que foi realizado nos dias 6, 7 e 8 de novembro. Além de assuntos de palestras durante a programação, toda a organização do evento foi elaborada para dar autonomia e também preservar a segurança das pessoas com necessidades especiais (PNEs). As salas de palestras, banheiros, espaços de experiências e também o palco praia, espaço do happy hour no final de cada dia, contavam com acessibilidade total e também com o apoio do time de RDoers, a equipe da Resultados Digitais e produção do evento.

Este artigo, porém, foca na acessibilidade digital. Essa foi a bandeira levantada pela palestrante Simone Freire, jornalista e empreendedora que idealizou o Movimento Web Para Todos em 2017.

O que é acessibilidade digital?

Para além dos espaços físicos e de toda infraestrutura adaptada para PNEs, a acessibilidade digital é uma necessidade pois é ela quem garante que as pessoas com necessidades especiais, e na realidade uma boa maioria da população, tenham acesso à Internet e aos computadores e smartphones, fazendo o uso de todas suas funcionalidades.

Como Simone reforça, existem 45 milhões de pessoas com deficiência no Brasil. Essas pessoas estudam, trabalham e também consomem, mas para muitas empresas, sites e portais variados, as necessidades específicas para garantir a acessibilidade ao conteúdo são desconhecidas - ou pior, ignoradas.

A acessibilidade digital utiliza, por exemplo, a audiodescrição, as legendas em vídeos, o intérprete de Libras virtual e também um texto mais sucinto para os leitores de tela, além da otimização de códigos e imagens dentro de um site para corresponder aos programas de leitura.

Por que a acessibilidade é importante no marketing digital?

É importante começar este tópico já ressaltando que a acessibilidade digital é lei. Além da Constituição, que destaca a cidadania e os direitos fundamentais dos brasileiros incluindo o acesso à informação e a liberdade, existem as leis nº 10.098, de 2000, e nº 13.146, de 2015, e os decretos nº 5.296/2004 e nº 6.949/2009 que legislam e regulamentam como a acessibilidade deve ser trabalhada em páginas online e programas eletrônicos.

Agora, partindo para o ponto de vista do marketing digital, a acessibilidade é importante e extremamente necessária quando considerarmos o dado do Web Para Todos de que existem 45 milhões de brasileiros com alguma deficiência, seja motora, visual, auditiva, intelectual e afins, além de outros grupos que podem se beneficiar dessas páginas como idosos, analfabetos funcionais e os imigrantes digitais (pessoas que têm menos familiaridade com as tecnologias).

Novamente, essa população também é consumidora. Se sua marca não estiver atingindo e conversando com esse público, está ultrapassada. É essencial também evitar os estereótipos, já que somos culpados por reproduzir padrões de público-alvo e personas que não são nada inclusivos.

Os benefícios de um site acessível

Existem boas práticas de desenvolvimento de sites e também de conteúdo para garantir a acessibilidade digital. O grande guia para esse trabalho é o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines), traduzido como Diretrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web. Recomendamos que você confira todos esses elementos na página do Movimento Web Para Todos: mwpt.com.br/acessibilidade-digital/boas-praticas/

Ter um site acessível é vantajoso para empresas de todos os tipos por:

  • Aumentar e diversificar sua base de visitantes;
  • Reflete a cultura de negócios colaborativos e inclusivos;
  • Melhor interação com os visitantes, aumentando conversões;
  • Navegação mais simples e carregamento mais rápido;
  • Maior compatibilidade com aparelhos, dispositivos e leitores.

A acessibilidade digital deve cobrir todos pontos da sua estratégia de negócios. Não pense em fazer essas adaptações apenas por obrigação, mas sim que seu marketing e sua empresa no geral serão muito mais acessíveis e bem vistos entre uma parcela da população que, infelizmente e por muitas vezes, é negligenciada. Não deixe de conhecer o Movimento Web Para Todos, suas notícias e demais conteúdos no site mwpt.com.br

Luciana Gameiro
Luciana Gameiro
Luciana Gameiro

É jornalista e especialista em Comunicação e Marketing Digital. Redatora e analista das estratégias de Inbound. Está no canal da Post e sempre atualizada nos últimos memes.